Mundo

Fish and Chips: as especulações da semana

O mercado de verão vai chegando à metade e, até agora, poucas contratações grandes aconteceram. Pudera: o mercado europeu vive ainda o reflexo da crise econômica, que tanto assola mercados que antes contratavam muito, como Espanha, Itália e até os periféricos, como a própria Grécia, afundada em dívidas. O país que mais movimenta transferências – ou ao menos o que mais especula – é o inglês, terra do mais famoso prato inglês, fish and chips, ou peixe e fritas. E, ao que parece, tem muito time querendo levar jogadores para comer a tradicional comida (ruim) inglesa.

Os brasileiros estão em alta na terra do peixe e fritas. Oscar, do Inter, foi contratado por uma bagatela. A imprensa inglesa especula algo em torno de € 31 milhões. É a maior transferência do futebol brasileiro, mas ela pode ser superada ainda nesta janela. E por outro brasileiro.

Lucas tem sido o alvo mais frequente de especulações. Provavelmente não é o assunto das mesas de bares, digo, pubs, de Manchester, mas em São Paulo certamente é. Primeiro, disseram que a proposta do Manchester United pelo camisa 7 do São Paulo era de € 33 milhões. Depois, que teria aumentado para € 38 mi. Ambas teriam sido recusadas.

Informações bastante duvidosas, diga-se. Primeira, porque o mercado não está para peixe e o United não tem um dono que põe dinheiro infinito no clube, como Abramovich faz no Chelsea ou os sheiks do Qatar fazem em Manchester City e Paris Saint-Germain. Segundo porque se tornaria a segunda maior transferência da história do United, atrás apenas de Rio Ferdinand, contratado por cerca de € 45 milhões em 2002 (quando o momento da economia inglesa e europeia era bem diferente da atual). Se igualaria a Dmitar Berbatov, que custou € cerca de € 38 milhões em 2008.

Só que veio Alex Ferguson e confirmou o interesse do United em Lucas. Então, é possível que se chegue a um acordo, mas muito provavelmente por um valor abaixo dos citados € 38 milhões. Como muitos comparam Lucas a Theo Walcott, do Arsenal, talvez a Premier League seja o lugar mais adequado para ele.

Paulinho, do Corinthians, é um dos que ainda é especulado. Dizem na terra da Olimpíada que Arsene Wenger quer a contratação do jogador, que vem sendo o melhor volante brasileiro desde 2011. O problema é que o jogador está valorizado e recentemente declinou do interesse da Internazionale para continuar no Corinthians, campeão da Libertadores e que disputará o Mundial. A contratação, então, é difícil. A Internazionale, que tentou contratá-lo há pouco tempo, sabe bem disso.

Nem só de brasileiros vive a Premier League, é claro. Mas um que está por lá e pode continuar é Edinson Cavani. Sim, ele está lá para a disputa da Olimpíada pelo Uruguai, mas pode acabar ficando por lá porque o Chelsea é o interessado em contratá-lo. O Napoli faz jogo duro e seu presidente já até ameaçou que “faria Cavani apodrecer no banco” se fosse preciso, então não deve sair barato. E como o Chelsea já gastou muito, parece improvável que faça mais um investimento na casa dos € 30 milhões, como o clube de Nápoles quer.

Outro nome que é falado na Inglaterra é o de Nuri Sahin, turco do Real Madrid.  O meio-campista não tem espaço no time merengue e seu destino provável é o Arsenal, onde, claro, poderia ser titular. A transação deve acontecer por empréstimo, já que nenhum clube parece disposto a pagar o que o Real Madrid quer por ele.

O Liverpool parece mesmo disposto a negociar Andy Carroll, que custou uma fortuna de cerca de € 40 milhões. O problema é que o clube quer diminuir o prejuízo, o que está difícil. O Newcastle quer levá-lo de volta a St. James’ Park, mas, claro, só aceita pagar uma fração do valor que ele custou. E o Liverpool não quer emprestá-lo.

A disposição de se desfazer de Carroll é tanta que o clube já procura outro jogador para a posição. E um dos especulados é Fernando Llorente, da seleção espanhola e do Athletic Bilbao. O problema é que o clube basco vende muito caro seus jogadores e chegou a pedir € 40 milhões por ele. E essa quantia o Liverpool não parece disposto a gastar novamente.

Ninguém, porém, é mais falado do que Van Persie. O atacante, capitão do Arsenal na temporada passada, disse que não irá renovar o seu contrato com os Gunners, que acaba em junho de 2013. Com isso, sua saída parece iminente e três clubes se candidatam a contratá-lo: Manchester United, Manchester City e Juventus.

Os dois primeiros levam vantagem, ao menos para os dirigentes italianos, que admitiram o interesse, mas disseram que o holandês é um jogador caro. O United gostaria de formar uma dupla de ataque com Rooney e Van Persie, o que seria bombástico, e o City usa aquele famoso código de dinheiro infinito que fez muita gente ficar milionária no The Sims. Os dois clubes de Manchester são favoritos a levar o artilheiro da última temporada na Inglaterra.

Aliás, o Manchester City pode perder um dos seus jogadores. O volante Nigel De Jong interessa ao Bayern Munique e seu destino pode ser a Baviera. A ver.

Enquanto isso na Itália…

Kaká é o nome mais falado no Milan. O meia se reuniu com o técnico José Mourinho e os jornais espanhóis especulam que o jogador foi avisado que não teria espaço. Assim, seu caminho para o Milan fica mais fácil.

São dois os problemas para o negócio sair: o valor que o Real Madrid quer por ele (chegou a falar em € 30 milhões) e os salários do jogador (cerca de € 10 milhões anuais). Se cogita um empréstimo de um ano, com o Milan pagando a maior parte do salário, mas com o Real Madrid bancando o resto. Já se diz também que Kaká aceitaria receber menos para voltar aos rossoneri. Um acordo parece iminente.

A Juventus está de olho em dois jogadores da rival Internazionale. O atacante Giampaolo Pazzini é o mais especulado para ir para Turim, em um negócio que pode até mesmo envolver o atacante Fabio Quagliarela, que não tem tanto espaço nos bianconeri. Outro jogador que interessa à Juve é o zagueiro Andrea Ranocchia, que fez péssima temporada e acabou perdendo espaço em Milão.

Por outro lado, o Milan quer levar o atacante Alessandro Matri da Juve. O atacante começou bem sua carreira na Vecchia Signora, mas terminou a temporada como reserva. Como o clube precisa de um centroavante após a saída de Ibrahimovic, o ex-jogador do Cagliari estaria bem cotado.

A Inter, por sua vez, está de olho em um jogador do Milan. Antonio Cassano, atacante da seleção italiana, estaria seduzido em trocar de clube na cidade por achar que seu papel no Milan não é de protagonista, além do enfraquecimento do clube após as saídas de Thiago Silva e Ibra.

Já a Roma pode se livrar de Marco Borriello, pouquíssimo aproveitado na Roma na temporada passada. O jogador interessa ao Galatasaray se interesse pelo atacante, assim como o Werder Bremen. Pode ser o destino do jogador.

Se tudo isso irá se concretizar? Provavelmente não. Se é possível? Sem dúvida. Mas isso você saberá até o fim da janela aqui na Trivela.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo