Mundo

A Fifa também divulgou sua seleção reserva de 2014, e tem menos bizarrices que a titular

A escolha da seleção do ano da FIFPro, anunciada na cerimônia de entrega da Bola de Ouro, causou espanto geral. Ver David Luiz na equipe ideal, levando em conta as péssimas atuações contra Holanda e Alemanha na Copa e os meses de banco do Chelsea, soou bizarro demais – ainda mais depois da vexatória virada do Bastia sobre o PSG no final de semana anterior, que só ressaltou a má fase técnica do brasileiro. Além dele, Thiago Silva e Andrés Iniesta estavam longe demais de serem os mais indicados para a homenagem. Godín, Hummels, Yaya Touré, Pogba e uma constelação inteira de craques mereciam bem mais.

O que a FIFPro não anunciou durante o evento em Zurique, mas divulgou nas redes sociais, foram os reservas do time do ano. Assim como Sergio Ramos de volta à lateral, há algumas invencionices, a exemplo de David Alaba no miolo de zaga. Mesmo assim, é uma equipe que, no geral, parece bem mais aceitável do que a titular – até por não ter os três nomes contestados citados acima. Por mais que Daniel Alves não seja dos nomes mais defensáveis, é até mais defensável que David Luiz, por exemplo.

fifpro

445x672xn05tyTN.png.pagespeed.ic.6i-VTJdlup

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo