Mundo

Fifa conquistou um espaço para chamar de seu no Museu Nacional da Máfia dos EUA

Al Capone, “Lucky” Luciano e Joseph Blatter. A partir de 1º de setembro, os principais mafiosos dos EUA receberão a companhia do presidente da Fifa e seus asseclas. O Museu Nacional do Crime Organizado e Aplicação da Lei de Las Vegas, também conhecido como Museu da Máfia, prepara uma exibição especial sobre o escândalo de corrupção que eclodiu na entidade administrativa do futebol mundial há alguns meses.

LEIA MAIS: Humorista diz que dinheiro a Blatter era de verdade: “Até os seguranças da Fifa riram”

Os organizadores saíram-se com um espirituoso trocadilho para nomear a exibição, que ficará no primeiro andar, por tempo ainda indeterminado: “O jogo bonito fica feio”. Prometem “corrupção”, “segredos” e “manipulação de resultados”, com “detalhes esclarecedores das manchetes atuais, o colapso do esquema de corrupção da entidade” e mostrar um dos “muitos exemplos das formas como o crime organizado pode agir”. Haverá fotos, notícias da imprensa e narrativas sobre as acusações de corrupção que estão sendo conduzidas pelo FBI.

O departamento americano de investigação vinha usando táticas parecidas às que derrubaram grandes impérios da máfia, como, por exemplo, prender oficiais de média importância e oferecer acordos para que eles dedurassem os grandes figurões do esquema. Em maio, os EUA indiciaram membros da Fifa usando uma lei específica contra o crime organizado, que prevê penas mais extensas e processos civis, chamada RICO (Racketeer Influenced and Corrupt Organizations). Foi usada, por exemplo, para derrubar um chefão da máfia de Nova York e contra uma gangue de motocicletas.

Esse paralelo permitiu à curadoria colocar a uma exibição da Fifa no museu interativo sem fins lucrativos, presente em outras dezenas de cidades dos EUA, além de Las Vegas. Conta desde o nascimento da máfia até histórias de hoje em dia. O diretor executivo do Museu da Máfia afirmou que espera atrair os turistas locais com “uma exibição sobre um dos esportes mais populares do mundo”. E vender souvernis, o propósito de basicamente todos os prédios do país. Para ajudar essa empreitada, aqui tem um monte de foto do Blatter que ele pode colocar em camisetas.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo