Mundo

Equador termina sua visita à Austrália com uma derrota e uma vitória, a primeira de Félix Sánchez

Depois de perder para a Austrália na sexta, o Equador devolveu a derrota nesta terça-feira, no início do trabalho do ex-técnico do Catar na seleção sul-americana

Austrália e Equador aproveitaram a data Fifa para fazerem dois amistosos em território australiano. Na sexta-feira, os australianos deram uma carimbada na estreia do técnico espanhol Félix Sánchez, que comandou o Catar na Copa, e venceu por 3 a 1. Nesta terça-feira, os dois times voltaram a campo e desta vez o Equador foi quem venceu, de virada, por 2 a 1.

Os amistosos serviram para Félix Sánchez conhecer um pouco mais de perto o elenco que vai trabalhar pensando nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. O técnico fez cinco mudanças em relação à primeira partida e também mudou o esquema tático. No primeiro jogo, atuou em um 4-3-3. Desta vez, jogou no 3-4-2-1. Entre os jogadores que entraram no time, destaque para Junior Sornoza, do Independiente del Valle, que foi bem no jogo.

No primeiro tempo, o Equador mostrou força ofensiva, mas não conseguiu concretizar as chances. O atacante Kevin Rodriguez teve duas chances, mas o goleiro Joe Gaucci conseguiu fazer as defesas. Austrália, quando chegou, aproveitou. Depois de uma bola que tocou no travessão, Brandon Borello aproveitou a sobra para colocar na rede e marcar 1 a 0.

O empate só veio no segundo tempo. Pervis Estupiñan cobrou pênalti e marcou 1 a 1, aos seis minutos. Melhor no jogo, o Equador chegou ao segundo gol aos 19 minutos. O meia Junior Sornoza cobrou escanteio na cabeça de Willian Pacho, que desviou de cabeça e marcou 2 a 1 para os sul-americanos.

Com a vantagem no placar, o Equador ficou confortável para controlar o resultado. Conseguiu, assim, sair com a vitória na excursão em terras australianas. Foi a primeira vitória de Félix Sánchez no comando da seleção tricolor.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo