Mundo

Copa Árabe define os primeiros duelos dos mata-matas: Catar x Emirados Árabes e Tunísia x Omã

Catar avança com 100% de aproveitamento e fará clássico com Emirados Árabes; Mauritânia faz papel de zebra e elimina Síria

Os primeiros confrontos dos mata-matas da Copa Árabe foram definidos nesta segunda-feira, com a conclusão dos grupos A e B. Promessa de duelos quentes nas quartas de final, com o Omã x Tunísia e principalmente o Catar x Emirados Árabes Unidos – dois rivais políticos, que chegaram a se pegar na semifinal da Copa da Ásia de 2019, com goleada histórica dos catarianos por 4 a 0 na casa dos emiratenses. Anfitrião neste torneio preparatório à Copa de 2022, o Catar sobrou na fase de classificação. O país-sede bateu desta vez o Iraque por 3 a 0 e manteve os 100% de aproveitamento.

O Catar entrou em campo já classificado e, apesar do placar amplo, demorou a construir o resultado. A trave estalaria bastante antes que os gols saíssem, com duas bolas no poste dos iraquianos e uma dos catarianos. O placar só seria aberto aos 37 do segundo tempo, numa grande jogada de Almoez Ali. Dois minutos depois, Akram Afif ampliou num contra-ataque. E os acréscimos ainda teriam o tento do veterano Hassan Al-Haydos para concluir a contagem.

No outro jogo, entre duas equipes ainda no páreo, Omã venceu com autoridade o Bahrein por 3 a 0 e avançou na segunda posição – enfatizando a boa campanha nas Eliminatórias. Num jogo aberto, os omanis saíram em vantagem aos 41, numa cabeçada de Rabia Al-Alawi. Já no início do segundo tempo, outra testada certeira, agora de Arshad Al-Alawi. E não demoraria para Khalid Al-Hajri concluísse a boa vitória de sua equipe. O Grupo A terminou com o Catar somando nove pontos e Omã com quatro. Iraque fez dois e Bahrein, só um.

O Grupo B, por sua vez, não tinha ninguém classificado. E surpreendeu a vitória da Mauritânia, praticamente eliminada, que ganhou da Síria por 2 a 1 e tirou as chances dos asiáticos. Mouhamed Soueid marcou o gol surpreendente dos mauritanos no início do segundo tempo. Os sírios empataram logo na sequência, com Mahmoud Al Baher, para deleite da expressiva torcida presente no Catar. Precisando da vitória simples para avançar, as Águias de Qasioun mandaram duas bolas na trave. E a zebra deu as caras aos 50, com o segundo tento dos Leões de Chinguetti, num lance de insistência de Hemeya Tanjy.

O outro jogo contou com o confronto direto entre Tunísia e Emirados Árabes, com os dois avançando aos mata-matas.  Os tunisianos venceram por 1 a 0, com o gol logo aos dez minutos. Youssef Msakni fez uma jogada espetacular e Seifeddine Jaziri só precisou cutucar à meta aberta. O duelo seguiu intenso, mas os dois goleiros fizeram ótimas defesas e Jaziri ainda desperdiçou uma oportunidade tremenda para o segundo. Tunísia e Emirados Árabes ficaram com seis pontos, com o saldo favorecendo os africanos na liderança. Síria e Mauritânia se despediram com três pontos.

Nesta terça, a fase de grupos da Copa Árabe será concluída. Marrocos está classificado no Grupo C, com a liderança praticamente assegurada. Jordânia, Arábia Saudita e Palestina brigam pela segunda colocação. No Grupo D, Argélia e Egito estarão nos mata-matas e fazem o clássico para definir o líder. Com ambos igualados em pontos, saldo e gols marcados, um empate definiria o primeiro colocado pelos cartões ou, em último caso, por sorteio.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo