Mundo

A Sérvia aqueceu os motores num 5×1 sobre Bahrein, enquanto a Bélgica perdeu seu amistoso contra o Egito

Tadic marcou um golaço de falta e Vlahovic deu um gás para a Sérvia diante do Bahrein; outro oponente do Brasil, Camarões empatou com o Panamá

Três seleções que disputarão a Copa do Mundo entraram em campo nesta sexta-feira, em amistosos contra oponentes que estão fora do Mundial. E as impressões foram distintas. O melhor resultado ficou para a Sérvia, o que merece atenção do Brasil. Os balcânicos golearam o Bahrein por 5 a 1, com quatro gols no segundo tempo. Outro adversário da seleção de Tite, Camarões ficou num magro empate por 1 a 1 diante do Panamá. Já a Bélgica conseguiu perder. Encarou o time principal do Egito e tomou de 2 a 1.

A Bélgica entrou com uma formação com vários titulares – incluindo Thibaut Courtois, Kevin de Bruyne e Eden Hazard. Nem isso ajudou contra uma escalação forte do Egito, Mohamed Salah incluído. Courtois teve que trabalhar desde o primeiro tempo e não evitou o tento egípcio na primeira etapa. De Bruyne perdeu a bola na entrada da área para Mostafa Mohamed e tomou uma caneta, antes que o centroavante mandasse a bomba no canto. Num contra-ataque logo na volta do intervalo, Mahmoud Trezeguet ampliou. Os belgas só descontaram aos 31 da etapa final, com Loïs Openda, após cruzamento de Yannick Carrasco. Pode ser um tento importante para o centroavante, diante dos problemas físicos de Romelu Lukaku e das dificuldades de Michy Batshuayi.

https://www.youtube.com/watch?v=vvvLva-Xp6E

A Sérvia demorou a pegar no tranco contra o Bahrein, mas goleou por 5 a 1. O técnico Dragan Stojkovic também escalou um time misto, que contava com Dusan Tadic, Sergej Milinkovic-Savic e Luka Jovic mais avançados. Tadic abriu o placar aos oito minutos, com um golaço de falta. O empate dos árabes saiu na sequência, num pênalti convertido por Abdulla Helal. Já no segundo tempo, com a entrada de Dusan Vlahovic, a máquina engrenou. O centroavante serviu Tadic no segundo e recebeu o presente de volta para o terceiro, num lindo passe de calcanhar do capitão. Filip Djuricic anotou o quarto e, por fim, Vlahovic ainda ofereceu outra assistência, numa linda conclusão de cavadinha de Jovic. Os sérvios mostraram recursos, mas contra um adversário fraco.

Camarões parou no 1 a 1 com o Panamá e deu motivos para as desconfianças sobre o time se reforçarem. Rigobert Song apostou numa formação que tende a ser a titular, com André Onana, André Zambo Anguissa, Karl Toko Ekambi e Vincent Aboubakar entre seus esteios. Depois de um primeiro tempo sem gols, os camaroneses voltaram com mudanças e Eric-Maxim Choupo Moting mostrou que merece mesmo mais atenção pela fase recente. O centroavante precisou de dois minutos para fazer o gol, numa bobeira da marcação panamenha. A Maré Vermelha empatou de falta, numa cobrança colocada de Michael Murillo, com a colaboração de Onana, que demorou demais para se deslocar.

Estes foram os últimos amistosos das seleções que disputarão a Copa do Mundo. Outras partidas acontecerão entre sábado e domingo, mas apenas envolvendo times que não jogarão o Mundial. Curiosamente, outras equipes atuarão inclusive no horário de Catar x Equador, que abre os trabalhos no Mundial às 13h de domingo.

https://www.youtube.com/watch?v=Vt3IqvcCb1I

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo