Serie A

Zakaria é uma solução sem tantos custos para a Juventus diminuir suas preocupações na cabeça de área

Em final de contrato com o Gladbach, Zakaria chega por um preço relativamente baixo para tentar resolver problemas da Juve

A Juventus tenta se levantar de um início de temporada muito abaixo das expectativas, em que a conquista do Scudetto parece distante e a vaga na Champions League é o objetivo principal. A necessidade de uma reformulação em diferentes setores da Velha Senhora fica evidente, mas o imediatismo precisa se combinar com as perspectivas para o futuro. E, de fato, os juventinos parecem dispostos a montar um time que cause impacto já nesta Serie A, assim como proporcione uma espinha dorsal para os próximos anos. Depois do acerto de Dusan Vlahovic, a Juve também ganhou nesta segunda o meio-campista Denis Zakaria, de 25 anos. Na reta final de seu contrato com o Borussia Mönchengladbach, o atleta custa €8,6 milhões totais.

A aposta altíssima em Vlahovic acontece num momento em que a estabilidade financeira da Juventus não é das maiores, ainda mais com a classificação para a próxima Champions em risco. Assim, diante da necessidade de também se adequar à realidade, a compra de Zakaria parece certeira. O meio-campista é um dos melhores jogadores do Borussia Mönchengladbach nas últimas temporadas e tem experiência na Bundesliga. Mais recentemente, também serviria como um dos destaques da seleção da Suíça. É acessível por seu valor e também garante qualidade.

“Trabalhamos muito nessa transferência durante as últimas semanas e Denis teve um papel importante para impulsioná-la. Ele deixou claro para nós que queria mudar de clube e também nos informou que queria garantir uma taxa de transferência pela troca. Isso fazia sentido para nosso lado, em termos das implicações financeiras do acordo, então concordamos. Gostaríamos de agradecer a Denis por sua abertura e honestidade, bem como por suas atuações pelo Borussia nos últimos quatro anos e meio. Desejamos a ele tudo de bom e boa sorte em sua nova jornada”, afirmou o lendário Rainer Bonhof, vice-presidente do Gladbach.

Zakaria começou a carreira no Servette, mas ganhou destaque a partir de sua transferência para o Young Boys. Foram dois anos com os aurinegros, até ser contratado pelo Gladbach em 2017/18. O jovem não teve problemas de adaptação e emplacou rapidamente no Borussia Park. Manteve-se como titular absoluto nas duas primeiras temporadas, até que sofresse uma grave lesão no joelho em 2019/20. Até por isso, jogou menos em 2020/21 e se alternou um pouco mais no banco de reservas ao longo do ano. Em compensação, a atual temporada volta a exibir a melhor forma técnica e física do suíço, com bons momentos apesar da inconstância dos Potros.

Zakaria ganhou as primeiras chances na seleção da Suíça em 2016 e virou reserva do time na Eurocopa daquele ano. Também participou da Copa do Mundo de 2018, geralmente saindo do banco. Foi depois disso que ganhou mais sequência como titular, até a lesão no joelho também interromper sua progressão. Permaneceu no banco durante a Euro 2020, mas fez boa atuação contra a Espanha nas quartas de final. Já durante as Eliminatórias, retomou sua posição e se valorizou um pouco mais com a classificação dos helvéticos em cima da Itália em sua chave no qualificatório.

Zakaria possui um estilo de jogo mais físico e de pegada, mas também de segurança na construção e de movimentação. Pode ajudar a preencher a faixa central da Juventus e se combinar bem com Manuel Locatelli, uma alternativa mais técnica no setor. Além disso, algumas vezes foi usado até mesmo como zagueiro num esquema com três homens atrás. Diante das dificuldades para Massimiliano Allegri ter segurança na cabeça de área, o suíço desembarca em Turim como uma solução. Vai ter que se adaptar enquanto se acostuma com o provável posto de titular dos bianconeri.

A Juventus também confirmou nesta segunda-feira a contratação de Federico Gatti, zagueiro de 23 anos que chega por €7,5 milhões e continuará no Frosinone até o final da temporada. Por outro lado, a Velha Senhora se desfaz de jogadores que não vinham com tanto espaço. Rodrigo Bentancur foi vendido ao Tottenham, enquanto Dejan Kulusevski saiu por empréstimo com opção de compra também para os Spurs. Quem deve deixar Turim até o final da janela de transferências é Aaron Ramsey, negociado com o Rangers.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo