Serie A

Vlahovic: “Este é um dos meus aniversários mais felizes, quero deixar a Juventus orgulhosa”

Vlahovic participou de seu primeiro treino com a Juventus e exaltou a tradição do clube em sua chegada

Dusan Vlahovic chegou à Juventus como esperança de novos tempos ao clube, depois de uma primeira metade da temporada apática. Ainda não dá para saber o real impacto do centroavante, mas os muitos gols pela Fiorentina inspiram confiança e explicam os 70 milhões gastos pela Velha Senhora, que podem chegar até a 80 milhões com o bônus. E, diante do desejo manifesto de se mudar para Turim, o sérvio declarou como a tradição e a história vitoriosa da Juve fizeram a diferença em sua escolha.

“A Juventus representa orgulho, tradição, família. A Juventus sempre busca a vitória até o último minuto, nunca desiste. O time sempre vem em primeiro lugar, estou à disposição para ajudar o treinador e os meus companheiros. Tentarei auxiliar da melhor maneira possível”, afirmou Vlahovic, nas primeiras palavras dedicadas à Juventus depois da transferência.

“Sempre queremos mais e queremos melhorar no futuro. Hoje é meu aniversário, o que é realmente maravilhoso, um dia especial para mim. Esse é um dos aniversários mais felizes que já vivi até hoje. Quero deixar a Juventus orgulhosa. Vamos sempre lutar por todos os objetivos. Como eles dizem aqui: fino alle fine!”, complementou o centroavante, em referência ao dia em que completou 22 anos.

Vlahovic já se integrou ao elenco de Massimiliano Allegri e deve estar pronto para estrear na sequência da Serie A. O centroavante marcou 20 gols pelo Campeonato Italiano até o momento com a Fiorentina. Além de oferecer uma alternativa mais confiável ao comando do ataque, diante dos problemas com Álvaro Morata, o sérvio aumenta as alternativas ofensivas num momento em que Federico Chiesa está lesionado e Paulo Dybala pode sair.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo