ItáliaSerie A

Vidal é, com sobras, o melhor jogador chileno atualmente

Nos últimos anos, o futebol chileno se tornou sinônimo de ofensividade. A passagem de Marcelo Bielsa pela seleção e o sucesso internacional da Universidad de Chile ajudaram a amplificar esta impressão. Todavia, por mais que Alexis Sánchez, Eduardo Vargas e outros jogadores tenham se badalado, o grande nome do país na atualidade joga no meio-campo. E é difícil encontrar outro chileno capaz de se equiparar a Arturo Vidal.

Vidal surgiu em um ótimo momento do Colo Colo, sendo tricampeão nacional e vice da Copa Sul-Americana. Em 2007, o volante atraiu o interesse do Bayer Leverkusen e foi vendido por € 5,2 milhões, mantendo a regularidade na Bundesliga. E cresceu ainda mais de patamar desde a temporada passada, quando a Juventus tirou de seus cofres € 12,5 milhões para trazer o jogador. Certamente os bianconeri não se arrependeram.

Uma prova da fase inspirada vivida pelo meio-campista veio nesta segunda-feira. Vidal marcou ambos os gols da Vecchia Signora na vitória por 2 a 0 sobre a Lazio, dentro do Estádio Olímpico de Roma. Um resultado que amplia para 11 pontos a vantagem do clube na liderança e o aproxima cada vez mais do bicampeonato da Serie A.

Os passes de Vidal contra a Lazio
Os passes de Vidal contra a Lazio

Uma noite “artilheira” como essa é raridade na carreira de Vidal. A última vez que o chileno havia marcado dois tentos em um jogo foi em abril de 2012, na goleada por 4 a 0 sobre a Roma. Desde que chegou à Juve, no entanto, os gols se tornaram mais constantes para o jogador. São 19 em 75 partidas oficiais pelo clube, além de 15 assistências.

E a importância de Vidal para a Juventus vai muito além dos gols. Contra a Lazio, foi o jogador mais acionado em campo, recebendo a bola 93 vezes. Na temporada, é o líder em assistências do time, com 11 passes para gol. E também é o jogador que mais desarma entre as cinco principais ligas europeias, com 5,2 bolas roubadas por partida. Um trono que, aliás, já ocupou na temporada passada.

Outro fator que contribui para o salto de qualidade de Vidal na Juventus é a sintonia total com Andrea Pirlo e Claudio Marchisio. Um trio que alia qualidade técnica e empenho tático para servir de espinha dorsal ao time de Antonio Conte. Nesta segunda, o trio ganhou a companhia de Paul Pogba no setor, com Marchisio atuando um pouco mais próximo do ataque, o que não prejudicou a eficiência de costume.

A evolução de Vidal também pode ser medida por sua valorização no mercado. Segundo o site Transfermarkt, o passe do meio-campista, que era avaliado em € 17,5 milhões em janeiro de 2012, chegou a € 26,5 milhões 12 meses depois – um crescimento de 51%. A quantia o coloca como sétimo volante mais valioso do mundo, atrás de Sergio Busquets, Yaya Touré, Luka Modric, Bastian Schweinsteiger, Claudio Marchisio e Javi Martínez. E, considerando tudo o que o chileno vem jogando, dá para esperar que ele suba mais algumas posições no futuro.

Vidal mercado
A valorização de Vidal, em milhões de euros

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo