Serie A

Um primeiro tempo perfeito deu a inapelável vitória por 3×0 para a Roma no dérbi com a Lazio

Tammy Abraham anotou dois gols e foi a estrela do clássico, mas Pellegrini também assinou um golaço de falta

A torcida da Roma desfrutou de um domingo saboroso como poucos. Os giallorossi ganharam o Derby della Capitale contra a Lazio de maneira incontestável. O primeiro tempo da equipe de José Mourinho beirou a perfeição no Estádio Olímpico. Tammy Abraham reforçou sua adoração no clube com dois gols de oportunismo e o capitão Lorenzo Pellegrini anotou um gol de falta deslumbrante. Durante o segundo tempo, os romanistas puderam controlar a belíssima vantagem e até flertaram com um placar maior. Independentemente disso, os 3 a 0 no marcador valem a maior vitória do time no confronto em seis anos.

A Roma veio com tudo para o jogo. Conseguiu um escanteio com segundos e, antes do primeiro minuto, marcou o gol. A cobrança de Lorenzo Pellegrini foi sensacional, num tiro fechado e com curva, que pegou no travessão. Se não saiu o gol olímpico no Olímpico, Tammy Abraham estava no lugar certo para a bola bater nele e entrar. Os romanistas pareciam mais conscientes em suas ações, ainda que a Lazio tenha buscado reagir. Mas, num jogo mais intenso, os biancocelesti não teriam a contundência dos rivais. Pellegrini ficou perto do segundo aos 10, mas Thomas Strakosha fez grande defesa. Os giallorossi puniam a desatenção dos laziali atrás.

O segundo gol da Roma não demorou, aos 22, numa boa ação pela direita. Rick Karsdorp acelerou na risca da grande área e seu cruzamento à meia altura atravessou a pequena área. De novo, Abraham estava no ponto exato para complementar às redes. Com os rivais baqueados, quase saiu o terceiro aos 27. Nicola Zalewski chutou em cima de Strakosha e, no rebote, Henrikh Mkhitaryan mandou por cima.

A posse de bola significava pouco à Lazio, com dificuldades de criar contra uma defesa bem postada. A única finalização certa veio numa bola roubada no ataque, mas sem complicar para Rui Patrício. E o terceiro tento romanista já saiu aos 40. Pellegrini assinou um merecido golaço, em cobrança de falta impecável. O tiro frontal  passou por fora da barreira e entrou bem na forquilha, com o salto em vão de Strakosha. Quase saiu o quarto aos 42, num chute desviado de Mkhitaryan que bateu no travessão. Era um show dos giallorossi.

O segundo tempo recomeçou com a iniciativa da Lazio, que passou a arriscar mais os chutes. Isso não garantia necessariamente melhores chances, contra uma Roma sólida na defesa. O jogo até ficaria quente, com um desentendimento entre as equipes. Mas isso não ameaçava o placar favorável aos romanistas, que voltaram a sair mais com o passar dos minutos e poderiam ter feito o quarto aos 22. Bryan Cristante efetuou um ótimo lançamento a Abraham e, diante de Strakosha, o centroavante bateu para fora. Entre substituições e cartões, os minutos se arrastavam, sem grandes emoções. Os laziali insistiram no fim, mas nem conseguiram o gol de honra. Defensivamente o papel dos giallorossi também foi ótimo.

A Roma assume a quinta colocação da Serie A, com 51 pontos. A Lazio aparece logo abaixo, com 49. A briga se contém às vagas na Liga Europa e na Conference, diante da distância em relação ao G-4. O valor de uma vitória como esta, ainda assim, fica para o dia a dia da rivalidade que se vive nas ruas. Será ótima a semana dos romanistas na capital.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo