Serie A

Tropeço frente ao Cagliari define: Internazionale será campeã se vencer o rival Milan

Internazionale empatou com o Cagliari por 2 a 2, mas equipe pode ser campeã italiana na próxima rodada caso vença o arquirrival Milan

Nem mesmo um tropeço parece capaz de fazer a Internazionale perder o título da Serie A desta temporada. Desfalcada de Lautaro Martínez, o time acabou apenas empatando por 2 a 2 com o Cagliari neste domingo (14), em pleno San Siro. Enquanto Marcus Thuram e Hakan Çalhanoglu fizeram os gols nerazzurros, Eldor Shomurodov e Nicolas Viola asseguraram o placar igual.

O resultado não foi o ideal, mas pode fazer com que a Inter conquiste o título em uma partida mais do que especial. Caso derrote o vice-líder Milan, a equipe de Simone Inzaghi será campeã italiana pela 20ª vez em pleno Derby Della Madoninna, já que possui agora 83 pontos contra os 69 do time rival, faltando seis rodadas para o fim do torneio. Já o Cagliari segue em estado de alerta. 14º colocado na competição com 31 pontos, os rossoblu estão a 4 do Frosinone, primeiro time da zona de rebaixamento.

Gol no começo parecia garantir vitória tranquila

Jogando em casa e contra um dos piores times do torneio, a Inter mostrou cedo o motivo de provavelmente conquistar a Serie A Tim logo aos 12 minutos. Em jogada trabalhada pelo lado direito, Alexis Sánchez, substituto do suspenso Lautaro Martínez na partida, recebeu passe na linha de fundo e cruzou rasteiro em direção da pequena área. Thuram apareceu sozinho para abrir o marcador para a equipe nerazzurra.

Aos 28 minutos, a Inter chegou a ampliar o placar com Barella, após um espetacular lançamento de Dimarco, mas a arbitragem anulou o gol por conta da posição irregular do meio-campista. Tendo mais posse de bola que o time adversário, os anfitriões souberam controlar e ditar a partida. O jogador mais perigoso do Cagliari era Zito Luvumbo. Mas os chutes do angolano iam para fora ou paravam nas mãos de Sommer.

Cagliari mostra bravura para empatar e quase virar o jogo

Precisando do resultado e se aproveitando do excesso de tranquilidade com que a Inter jogava na maior parte do tempo, o Cagliari foi ganhando terreno, e conseguiu chegar ao empate aos 20 minutos da etapa final. Após lançamento, Luvumbo ajeitou para Shomurodov, que dominou e bateu contrapé de Sommer, para igualar o marcador.

O empate parcial fez com que a Internazionale acordasse no jogo e voltasse a pressionar os visitantes. E o ímpeto em casa se pagou pouco tempo depois. Em cobrança de falta de Barella, Frattesi cabeceou e a bola bateu na mão de Mina. Com o pênalti assinalado, Çalhanoglu foi para a bola e com categoria, bateu no canto esquerdo de Scuffet para colocar a Inter de novo na frente, aos 29 minutos.

O Cagliari não se assustou com a pressão e após mudanças do técnico Claudio Ranieri, os rossoblu voltaram a empatar o jogo. Após lançamento, Lapadula ajeitou sem querer de costas e a bola sobrou para Viola. O camisa 10, livre, fuzilou para igualar novamente o marcador, aos 38 minutos. Viola e Lapadula ficaram próximos inclusive de virar a partida, porém, Sommer assegurou o empate, que apesar de não ter sido bom para a Inter, pode fazer com que o time entre com ainda mais desejo de vitória para o clássico contra os rivais da cidade de Milão.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo