Serie A

Torcidas italianas se unem em protesto e pedem “ingressos a preços populares por estádios mais cheios”

Durante os últimos dias, os torcedores italianos passaram a realizar uma ação conjunta para protestar contra os preços dos ingressos na Serie A e na Serie B. Faixas questionando o valor das entradas surgiram em diversos estádios do país. Há uma pressão das torcidas contra o aumento recente dos preços, já que a ocupação dos estádios deixa bastante a desejar à maioria dos clubes do Campeonato Italiano. Uma discussão que é pertinente a vários lugares do mundo, inclusive ao Brasil.

“Preços populares por estádios mais populosos” é o mote da campanha das torcidas italianas. A frase apareceu em mensagens exibidas por diferentes torcidas nos últimos dias, inclusive entre seguidores da Internazionale e do Verona na rodada desta terça-feira. Além do aumento no preço aos torcedores visitantes, também há uma escalada nos valores para os próprios mandantes – inclusive em setores populares e em outros nos quais ficam os ultras.

No San Siro, por exemplo, o ingresso para um lugar no terceiro anel pode custar até €70 em partidas mais importantes. Neste momento, Internazionale e Milan se planejam para a construção de um novo estádio. Enquanto isso, uma rara exceção é o Napoli, que reduziu o preço de seus carnês de temporada. Em compensação, a diretoria celeste também encabeçou uma disputa com a prefeitura de Nápoles sobre as condições do Estádio San Paolo. O estado de muitas praças esportivas italianas, a maioria antiga, diminui o potencial financeiro, enquanto os clubes tentam aumentar suas receitas para manter a competitividade. A conta não bate.

Neste início de temporada, apenas Internazionale (64 mil) e Milan (56 mil) possuem uma média de público superior a 40 mil torcedores na Serie A, mas atuando em um estádio com capacidade para 80 mil. Clubes como Roma e Lazio jogam com menos de 50% de ocupação do Estádio Olímpico. Os únicos clubes que possuem uma taxa de ocupação superior aos 80% são Juventus, Udinese, Cagliari e Spal. Todos os quatro têm estádios construídos ou renovados recentemente, embora o Estádio Allianz seja o único a superar os 25 mil lugares.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo