Serie A

Skorupski fechou o gol e o bom início do Bologna na Serie A fez da Roma uma vítima

Bologna segue próximo da zona de classificação às copas europeias, apenas um ponto atrás da própria Roma

O efeito positivo de José Mourinho à frente da Roma se encerrou logo cedo e o time vê o G-4 se distanciar com as oscilações recentes na Serie A. Enquanto isso, o Bologna faz uma campanha acima das expectativas, para sonhar com o retorno às copas europeias após mais de duas décadas. E uma prova de força dos rossoblù aconteceu nesta quarta-feira, no duelo com os romanistas dentro do Estádio Renato Dall’Ara. O time dirigido por Sinisa Mihajlovic conquistou os três pontos, com o triunfo por 1 a 0 garantido também pela atuação inspirada do goleiro Lukasz Skorupski – que, coincidentemente, já defendeu os giallorossi no passado.

Mesmo fora de casa, a Roma era ligeiramente superior e lamentou muito uma chance perdida por Tammy Abraham, aos 17 minutos. O atacante apareceu completamente livre na área, mas cabeceou para fora. O Bologna precisou lidar com a saída de Marko Arnautovic logo cedo, mas aproveitaria um bom momento aos 34 para abrir a contagem. Num lance na intermediária, Mattias Svanberg aproveitou a abertura e mandou um chute de chapa. A bola fez uma curva para fora e surpreendeu Rui Patrício, que saltou atrasado e não pôde alcançar a tacada de sinuca no cantinho.

Skorupski começou a aparecer no fim do primeiro tempo. O goleiro precisou jogar com a cabeça enfaixada após um choque com Gianluca Mancini, mas isso não o impediu de atuar em seu máximo. Começou com um lindo salto para espalmar o desvio de Abraham que quase o encobriu. Mesmo com a contusão de Stephan El Shaarawy, a Roma seria mais agressiva no segundo tempo, abafando mais. Porém, o Bologna tratava de fechar os espaços e contava com Skorupski. O polonês fez outra grande defesa no mano a mano com Henrikh Mkhitaryan, aos 25. Mas a verdade é que os romanistas não conseguiam criar tantas ocasiões concretas.

Na reta final, a arbitragem ainda marcou um pênalti sobre Mkhitaryan, que deu certa esperança à Roma. Contudo, o lance seria anulado posteriormente por impedimento. Já aos 41, no último suspiro dos giallorossi, Abraham chutou firme para outra defesaça de Skorupski. Seria, de qualquer forma, uma apresentação insuficiente do time da capital, por mais que viesse embalado por duas vitórias recentes.

A Roma ocupa a quinta colocação da Serie A, com 25 pontos. Com isso, a distância para a zona de classificação à Champions aumentou para seis pontos, depois da vitória da Atalanta. Já o Bologna é o oitavo, com 24 pontos. Os rossoblù estão atrás de Fiorentina e Juventus apenas pelo saldo de gols, mas ambicionar o retorno às copas europeias pela primeira vez desde 1999/00 parece possível.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo