Serie A

Sarri: “É uma pena que só tenhamos descoberto Mertens como centroavante aos 28 anos”

A lesão de Milik, ano passado, mudou o curso da carreira de Mertens. Sem opções, o técnico Maurizio Sarri precisou colocar o atacante que sempre atuou mais pelos lados de campo no centro do sistema ofensivo e, assim meio por acaso, descobriu um centroavante de primeira qualidade, que marcou 34 gols em 46 partidas na última temporada e já começou a atual com sete tentos em oito jogos.

LEIA MAIS: Com golaço de Mertens e virada relâmpago, Napoli goleia a Lazio e segue 100%

A última mágica de Mertens foi no meio de semana, na goleada por 4 a 1 sobre a Lazio, quando ele marcou um golaço por cobertura, batendo de primeira da ponta esquerda.  “Ele marcou um gol de primeiro nível, um gol incrível, que nos deu muitas emoções”, afirmou o treinador Sarri à Sky Sport Italia. “É honestamente uma pena que descobrimos Mertens como centroavante apenas aos 28 anos, porque ele poderia estar no primeiro degrau do futebol mundial durante anos e anos”.

Sarri admitiu surpresa com o rendimento de Mertens na nova posição e acredita que ele ainda pode melhorar. “Ele está se tornando um jogador de primeiro nível. Quero Mertens um animal faminto por gols”, disse. “Eu tive sorte de descobri-lo como centroavante porque eu tive que mudar quando Milik se machucou ano passado, mas não imaginava que ele se tornaria isso”.

Ao lado da Juventus, o Napoli tem cinco vitórias em cinco rodadas no Campeonato Italiano e tentará a sexta contra o recém-promovido Spal, no sábado, às 13h (Brasília).

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo