ItáliaSerie A

Roma de Rudi Garcia: vitória sobre a Lazio, 100% e líder

Provavelmente poucos torcedores romanistas comemoraram quando o time trouxe Ruud Garcia como técnico para a nova temporada. Ao final da quarta rodada, o saldo é para lá de positivo: são quatro vitórias em quatro jogos e neste domingo, a mais saborosa delas: um triunfo por 2 a 0 sobre a arquirrival Lazio, com direito a uma atuação consistente. Não brilhante, não excelente, mas boa o suficiente para ser melhor e vencer merecidamente. E com quatro vitórias em quatro jogos, não dá para achar que é fruto do acaso.

O clássico entre Roma e Lazio é sempre marcado por uma certa tensão. Não falo das arquibancadas, com o histórico de violência entre as facções organizadas de torcedores. Em campo, os dois times receiam perder, porque uma derrota no derby della capitale é sempre muito pesada. Talvez por isso o jogo tenha sido tão fraco, especialmente no primeiro tempo. Praticamente não houve chances de gol. O medo de perder parecia grande demais, dos dois lados.

A Lazio pouco ameaçou durante todo o jogo. Um time sem criatividade, com Hernanes abaixo do que pode e sem opções ofensivas. Klose quase não recebeu a bola. Mesmo assim, levou perigo em um lance de cabeça, em cruzamento para a área. Foi pouco. Um gol nos acréscimos, impedido, foi tudo que o alemão conseguiu fazer.

O que se viu na Roma foi uma melhora substancial no segundo tempo. Passado o nervosismo da primeira etapa, veio uma melhor articulação e os laterais foram parte essencial nessa melhora. Maicon, como é sua característica, tornou o lado direito do time forte na marcação e chegou ao ataque, eventualmente, causando problemas à defesa biancoceleste. Balzaretti, pelo seu lado, acabaria sendo fundamental não só pelo apoio, sua característica, mas por ter marcado um gol de centroavante, que ajudou a definir o jogo.

Foi em um lance que o lateral esquerdo chutou na trave, a bola voltou para o meio e Ljajic não dominou. No escanteio que saiu desse lance, Totti cobrou curto e achou Balzaretti livre do lado esquerdo para chegar com tudo para finalizar e balançar as redes. Esse gol foi fundamental, porque abriu a Lazio e deixou o jogo como a Roma gosta de jogar: em velocidade pelos lados. Foi assim que o time de Rudi Garcia passou a levar mais perigo. Teve algumas chances de ampliar o placar e foi inteligente em segurar a bola em alguns lances. Ljajic, que entrou no segundo tempo, fez isso dentro da área da Lazio. Acabou derrubado. Pênalti, que ele mesmo converteu, já nos acréscimos, e decretou o placar final.

Rudi Garcia ainda está no início do trabalho e a contratação de Gervinho é certamente um motivo para desconfiar do técnico. Mas é preciso ressaltar que essas quatro vitórias romanistas são um excelente sinal de que a equipe pode ser competitiva na Itália, o que torna a Serie A ainda melhor. Porque se as três vitórias anteriores da Roma tinham sido contra adversários mais fracos, desta vez a Lazio, uma rival tão acirrada, leva o time a um rendimento melhor. Precisará manter assim para seguir somando pontos e disputar, de fato, a ponta da tabela. A Lazio, por sua vez, precisa encontrar uma solução para quando Hernanes não resolver pelo meio. Enquanto isso não acontecer, o time dependerá demais das boas jogadas do brasileiro.

Formações iniciais

Roma x Lazio

Destaque do jogo

Totti foi o comandante que se espera do time. Um líder não só pela braçadeira que leva no braço, mas por ser o líder técnico. Foi o principal jogador do time na partida. Foram oito passes que criaram situações de gol na Roma, o que mostra o quanto o jogador foi produtivo em campo. quase toda jogada ofensiva passava por ele, normalmente armando o jogo, mais do que finalizando. Também não por acaso, o passe para o gol de Balzaretti foi do camisa 10.

Momento-chave

Quando o jogo já tinha 45 minutos do segundo tempo, a Lazio teve uma grande chance. Ederson saiu na cara do gol e armou a finalização, mas Daniele De Rossi foi preciso e salvou a Roma de levar o empate quando não teria tempo de se recuperar no jogo.

Os gols

27’/2T: GOL DA ROMA! Balzaretti estava predestinado a marcar. Primeiro, chutou uma bola na trave, Ljajic não conseguiu dominar e a bola saiu em escanteio. Totti cobrou rápido, levou para dentro da área na linha de fundo e cruzou com uma cavadinha. Balzaretti bateu e marcou.

48’/2T: GOL DA ROMA! Ljajic segurava a bola no ataque, dentro da área, e foi derrubado. Pênalti que ele mesmo cobrou para marcar 2 a 0 e fechar o placar.

Curiosidade

Já eram cinco clássicos sem vitória no clássico de Roma para o lado giallorrossi. O último clássico, inclusive, decidiu o títulod a Copa da Itália, quando os biancocelesti levarma a taça com uma vitória por 1 a 0.

Ficha técnica

ROMA 2X0 LAZIO

Roma-escudo Roma
Morgan De Sanctis; Maicon, Mehdi Benatia, Leandro Castán e Federico Balzaretti; Kevin Strootman, Daniele De Rossi e Miralem Pjanic (Rodrigo Taddei, 41’/2T); Gervinho, Francesco Totti e Alessandro Florenzi (Adem Ljajic, 6’/2T). Técnico: Rudi Garcia
Lazio escudo Lazio
Federico Marchetti; Luis Cavanda (Sergio Floccari, 26’/2T), Michaël Ciani (André Dias, 33’/2T), Lorik Cana e Abdoulay Konko; Cristian Ledesma; Antonio Candreva, Álvaro González, Hernanes (Ederson, 33’/2T) e Senad Lulic; Miroslav Klose. Técnico: Vladimir Petkovic
Local: Estádio Olimpico (Roma-ITA)
Árbitro: Gianluca Rocchi (ITA)
Gols: Federico Balzaretti, 28’/2T, Adem Ljajic, 48’/2T (Roma)
Cartões amarelos: De Rossi, Florenzi, Maicon, Strootman (Roma), Lulic, Cavanda, Cana (Lazio)
Cartões vermelhos: André Dias (Lazio)

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo