ItáliaSerie A

Roma leva os pontos da partida adiada contra o Cagliari

A Roma não entrou em campo no fim de semana, mas levou os três pontos da partida contra o Cagliari, que seria realizada no último sábado, dia 22 de setembro. Isso porque o clube da Sardenha foi considerado culpado pelo adiamento, já que seu presidente convocou a torcida a ir ao estádio mesmo com a proibição de público no jogo.

Como o estádio do Cagliari, Is Arenas, está ainda em reforma, o jogo seria disputado sob portões fechados. O presidente do Cagliari, porém, não aceitou a decisão. Massimo Cellino, então, convocou os torcedores com carnês a irem ao jogo mesmo com a proibição e gerou um temor pela segurança, o que adiou o jogo a pedido da prefeitura.

A decisão que o jogo seria realizado com portões fechados foi tomada no dia 15 e a convocação de Cellino para que a torcida fosse representou uma ameaça à segurança, segundo a Lega Calcio, que organiza a Serie A. “Era um risco real de gerar reações emotivas e irracionais”, segundo descreve a liga.

Foi decretado placar de 3 a 0 para a Roma e o presidente do Cagliari, Massimo Cellino, teve o seu comportamento notificado à Procuradoria Geral da República.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo