ItáliaSerie A

Rocchi: “Espero continuar na Inter mais uma temporada”

O atacante Tommaso Rocchi tornou-se, do dia para a noite, a única opção de ataque para o técnico Andrea Stramaccioni. Aos 35 anos, o jogador espera ficar mais tempo no clube do que até o final do seu contrato, que acaba em junho.

Contratado em janeiro junto à Lazio, onde ficava no banco de reservas. Foram oito jogos desde que foi contratado, sendo cinco vindo do banco de reservas e três começando como titular.  O jogador se diz muito feliz com a vida no novo clube e quer estender a sua permanência.

“Eu estou feliz aqui, eu espero ficar mais um ano na Inter”, afirmou o jogador à Sky Italian. “Meu objetivo ainda é o mesmo: jogar futebol e ajudar o time – eu nunca espero ser um jogador titular”, declarou Rocchi.

O ataque da Inter está muito desfalcado. Diego Milito, Rodrigo Palacio e Antonio Cassano estão machucados e devem ficar fora do resto dos jogos do time na temporada. Com isso, Rocchi torna-se a única opção com experiência. Os outros dois da posição são garotos, Matteo Colombi e Francesco Forte sequer jogaram ainda pelo clube na Serie A. Com isso, Rocchi deve jogar mais vezes até o final da temporada e terá a chance de provar que tem condições de continuar no clube.

“Estamos afetados por problemas de lesão no momento e eu sou o único atacante disponível, mas isso não irá nos parar de dar 100%”, declarou o jogador. “Eu estou em uma forma física muito melhor do que quando eu cheguei, eu preciso apenas treinar e entrar no meu caminho”, afirmou. “Não é um problema para im jogar partidas consecutivas. Em uma situação como essa, você encontra um pouco mais de motivação que te leva além do cansaço”, declarou o experiente jogador italiano.

A Inter é a sétima colocada na Serie A e sonha em chegar entre os três primeiros. Com 50 pontos, a Inter precisa tirar a diferença de oito pontos para o Milan e ainda tem a Fiorentina e a Lazio no caminho. A Inter terá o Cagliari como adversário na próxima rodada, no domingo. Rocchi deve ser titular.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo