Serie A

Preparando-se ao adeus de Vlahovic, a Fiorentina acerta o empréstimo de Piatek junto ao Hertha

Piatek tenta se recuperar, distante da fama de quando estourou no Genoa, mas serve como alternativa momentânea na ascensão da Fiorentina

A Fiorentina sabe que a saída de Dusan Vlahovic acontecerá no máximo em seis meses. O centroavante vive uma fase excepcional desde a temporada passada e quebra recordes com a Viola, mas já anunciou que não renovará seu contrato, com duração até junho de 2023. Assim, a diretoria corre contra o tempo para capitalizar ao máximo com a venda do sérvio. Diante da situação, os violetas também precisam pensar na reposição ao comando do ataque e mesmo em outra possibilidade para dividir o fardo com Vlahovic, imprescindível ao time atual. Neste sábado, o clube anunciou o empréstimo de Krzysztof Piatek, com opção de compra ao final da temporada.

Piatek chega à Fiorentina como uma incógnita, apesar de sua carreira em alto nível. Depois de estourar com o KS Cracóvia no Campeonato Polonês, o centroavante causou sensação na Serie A por seu início assombroso com o Genoa. Um semestre bastou para que ele assinasse com o Milan em janeiro de 2019, por €35 milhões, mais de sete vezes o montante pago pelos genoveses pouco antes. Porém, só os primeiros três meses com os rossoneri foram realmente bons. No meio da temporada seguinte, em janeiro de 2020, o polonês acabou vendido ao Hertha Berlim. A desvalorização era evidente, com o novo acerto firmado em €24 milhões.

Na Alemanha, Piatek chegava como nova face de um projeto endinheirado do Hertha. A intenção do clube, contudo, não saiu do papel. O time não conseguiu ir além da luta contra o rebaixamento e mesmo Piatek não se tornou titular absoluto da equipe. Foram quatro gols na metade final da Bundesliga 2019/20 e mais sete em 2020/21. Longe de ser o protagonista que os berlinenses sonhavam, o polonês começou a frequentar o banco da Velha Senhora na atual temporada e só fez um gol no Campeonato Alemão em 2021/22. Hora de trocar de ares de novo.

A Serie A manteve portas abertas a Piatek, levando em conta o seu estouro na competição. O Genoa estava interessado em contratá-lo, mas o momento ruim do clube não o atraiu tanto. Melhor ir para uma Fiorentina em ascensão, mesmo que para ser reserva de Vlahovic. Aos 26 anos, Piatek indica que não tem o peso para ser o astro que um dia prometeu. Em compensação, pode se recuperar num ambiente estável e sem tanta cobrança sobre si. Seu desafio agora será provar que, quando Vlahovic for vendido, a Viola não precisará se preocupar em contratar um novo atacante. Terá seis meses de empréstimo para isso.

A Fiorentina aproveita bem o início da janela de inverno para melhorar seu elenco. Primeiro os violetas compraram em definitivo o ponta Jonathan Ikoné, destaque do Lille que chega com status de titular. Agora, Piatek aumenta as possibilidades numa linha de frente que já tinha adicionado também Nico González no início da temporada. O time ronda a classificação às copas europeias e, sob as ordens de Vincenzo Italiano, tem futebol para isso. A diretoria parece confiar que a classificação é possível e, com a venda de Vlahovic, poderá compensar ainda mais os investimentos atuais.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo