Desde a última quarta-feira, o prefeito de Nápoles defendeu que o Estádio San Paolo fosse rebatizado para homenagear Maradona. E o poder público fará o tributo à lenda celeste se confirmar rapidamente. Nesta segunda, o prefeito Luigi de Magistris declarou que o Estádio Diego Armando Maradona levará seu novo nome já na próxima partida dos napolitanos. O clube fará dois jogos como visitante e voltará a atuar em casa no próximo dia 10, contra a Real Sociedad, pela Liga Europa. Então, a lembrança será oficializada.

“Eu li propostas alternativas, mas no fim das contas o nome será Stadio Diego Armando Maradona. O procedimento será o mais rápido possível. Hoje, nós já tivemos um encontro com a comissão. Na próxima sexta conversaremos com a municipalidade e concluiremos o processo. Tenho motivos para acreditar que o nome poderá se tornar oficial a partir da próxima partida em Nápoles”, declarou De Magistris, em entrevista ao jornal Il Messaggero.

Conforme a agência Ansa, o documento que elabora a mudança diz que Nápoles teve sorte em “acolher um grande campeão” e um homem que “soube encarnar seu povo”. Também declara que Diego tornou “um sonho possível em realidade”. Para as comissões municipais, mudar o nome de San Paolo para Diego Armando Maradona é um “dever do coração”.

Outra novidade confirmada pelo prefeito é que o Estádio Diego Armando Maradona também terá um museu dedicado ao camisa 10. O local será organizado pelo próprio Napoli, com peças históricas usadas pelo argentino durante sua passagem pelo clube e outros itens. Certamente será um atrativo a mais para a visitação.

O primeiro estádio do Napoli foi construído em 1930, por iniciativa do próprio clube, e levava o nome de Estádio Vesúvio. Diante da morte de Giorgio Ascarelli, primeiro presidente dos celestes e responsável pela obra, o local foi rebatizado com seu nome. Porém, por conta das origens judaicas de Ascarelli, o fascismo mudou o nome para Estádio Partenopeo. O local foi bombardeado durante a Segunda Guerra Mundial e somente no fim dos anos 1950 é que a prefeitura construiu uma grande praça esportiva na cidade. O Estádio del Sole também era chamado de Fuorigrotta, em referência ao bairro em que está localizado. Em 1963, quatro anos depois de sua inauguração, viria o nome de San Paolo – em honra ao santo da Igreja Católica. Agora, celebrará Dios.