A sabia que não teria vida fácil neste domingo, fechando o dia na Serie A. Os bianconeri atuavam no Allianz Stadium, mas encarariam uma missão difícil contra o , uma das sensações do campeonato. Andrea Pirlo chegou a elogiar publicamente Roberto de Zerbi e a capacidade dos neroverdi causarem estrago estava clara. A Velha Senhora atuou durante todo o segundo tempo com um jogador a mais, mas ainda assim encontrou dificuldades para consolidar a vitória por 3 a 1. Cristiano Ronaldo anotou o último gol só no fim e o principal nome bianconero foi o lateral , que deu a assistência ao artilheiro, além de anotar um belo gol que abriu o placar.

O primeiro tempo em Turim seria disputado em alto ritmo, com intensidade das equipes. A Juventus tinha menos posse de bola, mas pressionava mais durante os primeiros minutos. Cristiano Ronaldo poderia ter feito o primeiro numa saída errada de Andrea Consigli, mas cabeceou por cima. Pouco depois, Weston McKennie deu um passe lindo de letra e Gianluca Frabotta chegou soltando o canhão por cima da meta. O americano precisaria ser substituído pouco depois, ao sair lesionado.

Apesar da disputa, não era uma partida com grandes lances de perigo. Assim, foram bons minutos sem que os goleiros fossem ameaçados, com o Sassuolo travando bem as tentativas da Juventus. O jogo voltou a esquentar no fim do primeiro tempo. Primeiro, a Juve teve que lidar com outra perda, diante da lesão de Paulo Dybala. Logo depois, viria a expulsão de Pedro Obiang por uma entrada duríssima em Federico Chiesa. O meio-campista recebeu primeiro o amarelo, trocado pelo vermelho após consulta ao VAR. Nos acréscimos, a Velha Senhora já tentou capitalizar a vantagem numérica e bombardeou a área do Sassuolo. Merih Demiral quase fez, ao tocar na saída de Consigli, mas não acertou o alvo. Depois, Dejan Kulusevski bateu mal com a meta sem goleiro.

Na volta ao segundo tempo, a Juventus permaneceu pressionando e anotaria o gol logo aos cinco minutos. Numa sobra de bola fora da área, Danilo resolveu chutar de primeira e a bomba entrou no cantinho, longe do alcance de Consigli. Golaço do lateral. O problema é que a Juventus relaxou e cedeu o empate oito minutos depois, com o Sassuolo ainda lutando com dez homens. Hamed Junior Traore deu uma bola enfiada e Gregoire Defrel, depois de dominar, mandou para as redes.

A partir de então, o jogo guardou uma pressão da Juventus na tentativa de empate e o Sassuolo se multiplicando para segurar a diferença. Chiesa acertaria a trave, pouco antes de Consigli realizar uma defesa incrível diante de Cristiano Ronaldo. A insistência dos juventinos era grande, mas faltava um pouco mais de precisão nas finalizações. O Sassuolo deu alguns sustos, até o segundo gol finalmente sair aos 37. Frabotta cruzou rasteiro, a zaga cochilou e Aaron Ramsey se esticou para concluir no segundo pau. Por fim, com os neroverdi ainda querendo o empate, a Juve passou a régua num contra-ataque já nos acréscimos. Danilo lançou e Cristiano Ronaldo disparou antes de finalmente superar Consigli.

A Juventus reassume a quarta colocação com a vitória. Chega aos 33 pontos, ultrapassando novamente Atalanta e Napoli. Mais importante, a diferença cai em relação a Roma e Internazionale logo à frente. Os bianconeri emendam a terceira vitória consecutiva, com destaque ao triunfo sobre o Milan no meio da semana. Já o Sassuolo desce ao sétimo lugar, ultrapassado por Atalanta e Napoli. Soma 29 pontos e atravessa um momento irregular, alternando derrotas e vitórias nas últimas cinco rodadas.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore