Serie A

O Napoli sustenta os 100% na Serie A, agora com uma grande virada na visita à Fiorentina

A Fiorentina até saiu em vantagem, mas o Napoli reagiu rapidamente e permanece na liderança

O Napoli perdeu sua invencibilidade na temporada com uma penosa derrota para o Spartak Moscou pela Liga Europa e, neste domingo, previa um duelo complicado na visita à Fiorentina pela Serie A. A equipe de Luciano Spalletti, no entanto, manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Italiano com um excelente resultado dentro do Estádio Artemio Franchi. Os celestes até começaram em desvantagem no placar, mas tiveram forças para arrancar a virada por 2 a 1. Garantem-se por mais uma semana no topo da tabela, com sete triunfos em sete rodadas.

Jogando em cima no campo de ataque, a Fiorentina saiu em vantagem. Erick Pulgar já tinha forçado uma defesaça de David Ospina, até o gol sair aos 28. Após cobrança de escanteio, Dusan Vlahovic ajeitou para o meio da área e Lucas Martínez Quarta emendou o voleio. O Napoli reagiu antes do intervalo. Hirving Lozano forçou a primeira defesa de Bartlomiej Dragowski, até que Victor Osimhen sofresse um pênalti. Dragowski defendeu a cobrança de Lorenzo Insigne e até afastou o rebote do adversário, numa linda recuperação, mas deu azar na sobra, quando Lozano guardou. Osimhen ainda quase anotou um golaço pouco depois.

A virada do Napoli se consumou aos cinco minutos do segundo tempo. Piotr Zielinski cobrou uma falta com curva e Amir Rrahmani apareceu livre para cumprimentar de cabeça. Osimhen ainda perdeu a chance do segundo pouco depois. Na sequência do jogo, a Fiorentina tentou o empate e veria os napolitanos se safarem, com boas ações da defesa e também uma defesa decisiva de Ospina contra Nico González.

O Napoli chega aos 21 pontos, com uma vantagem segura na primeira colocação. Já a Fiorentina permanece com 12, a três de entrar no G-4. O domingo também contou com a recuperação da Roma, que venceu o Empoli por 2 a 0 e chegou aos 15 pontos, no quarto lugar. Henrikh Mkhitaryan foi importante no Estádio Olímpico. O armênio deu a enfiada para Lorenzo Pellegrini anotar o primeiro, num chute da entrada da área aos 42 minutos. Já no início da segunda etapa, o próprio Mkhitaryan se encarregou do gol, pegando o rebote de um petardo de Tammy Abraham no travessão.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo