Serie A

O Napoli muito martelou, mas permitiu que o Cagliari saísse com a vitória no San Paolo

Por enquanto, o pelotão de clubes que disputará as vagas à Champions League na Serie A não está muito bem definido. E, considerando o equilíbrio nestas rodadas iniciais na Itália, o Cagliari surge entre os candidatos. Os sardenhos perderam seus dois primeiros compromissos, mas vêm de três vitórias consecutivas. Nesta quarta, os rossoblù conquistaram a principal delas: derrotaram o Napoli dentro do Estádio San Paolo. Os celestes dominaram completamente a partida e sufocaram os adversários durante a maior parte do tempo. Porém, não conseguiram balançar as redes e viram os visitantes comemorarem o triunfo por 1 a 0, com um gol no fim.

O Napoli foi amplamente superior ao Cagliari. A equipe de Carlo Ancelotti finalizou 30 vezes, contra cinco dos visitantes, e ainda manteve 67% de posse de bola. As chances de gol, que já apareceram durante o primeiro tempo, se tornaram mais constantes no segundo. Entretanto, estava difícil passar por Robin Olsen. O ex-goleiro da Roma resolveu fechar a meta e acumulou ótimas intervenções na noite. Além disso, contou com a sorte, com duas bolas que triscaram suas traves. Ao fim, os napolitanos terminaram punidos pela falta de precisão.

O gol saiu aos 42 do segundo tempo, na única finalização certa contra a meta de Alex Meret. Nahitan Nández cruzou pelo lado direito e Lucas Castro subiu com enorme liberdade, para uma cabeçada indefensável. O lance ainda rendeu a expulsão de Kalidou Koulibaly. Os jogadores do Napoli reclamavam de uma falta anterior em Fernando Llorente, que não foi marcada, e o zagueiro recebeu o vermelho direto por reclamação. Depois disso, qualquer reação dos celestes se tornou impossível.

“Estamos muito decepcionados com o resultado, mas não foi uma atuação ruim. Permitimos poucos contra-ataques do Cagliari e fomos pegos de surpresa no final, enquanto paramos para reclamar de uma falta e nos permitimos ficar desprotegidos. O Napoli criou chances, forçou defesas, acertou a trave duas vezes. Então, foi uma exibição decente no geral. O Cagliari se focou inteiramente na defesa e em fechar os espaços. Poderíamos ter feito melhor, mas sempre dá para se dizer isso. Não julgo os jogos apenas pelo placar”, declarou o técnico Carlo Ancelotti depois da partida.

Tanto Cagliari quanto Napoli aparecem com os mesmos nove pontos na tabela. E a vantagem no confronto direto deixa o clube da Sardenha na quarta colocação, à frente dos celestes, em quinto. Na próxima rodada, o duelo contra o Verona pode ajudar os rossoblù a sustentarem a posição. Já os napolitanos tentarão se recuperar de novo em casa, contra o Brescia.

Classificações Sofascore Resultados

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo