Serie A

O Milan luta até o fim, consegue uma apoteótica vitória sobre a Lazio e reassume o topo da Serie A

A Lazio começou em vantagem, mas o Milan reagiu com uma postura aguerrida e selou a virada aos 47 do segundo tempo

Existem vitórias que definem campeonatos. E o Milan espera que a apoteose ocorrida no Estádio Olímpico de Roma neste domingo seja importante na conclusão da Serie A. Os rossoneri sabiam das dificuldades que a Lazio poderia impor e o gol sofrido logo no início não era necessariamente uma surpresa. A equipe de Stefano Pioli, porém, lutou. Empatou na volta para o segundo tempo, pressionou bastante, tentou até os minutos finais. A comemoração viria somente nos acréscimos, quando Tonali apareceu na área e foi providencial na virada por 2 a 1. A celebração dos rossoneri no Olímpico, com ampla presença de sua torcida nas arquibancadas, era digna de um triunfo gigantesco. De fato, foi o que aconteceu. O Milan retoma a liderança do Campeonato Italiano, dois pontos à frente da Internazionale, embora os rivais tenham um jogo a menos.

A Lazio começou tão bem a partida que precisou de quatro minutos para balançar as redes. A energia dos biancocelesti contrastaria com a desatenção do Milan. Após um lindo domínio, Sergej Milinkovic-Savic teve espaço para chegar à linha de fundo pelo lado direito e cruzou para a pequena área, onde Ciro Immobile se meteu por entre os zagueiros para definir às redes. Depois disso, os milanistas demoraram a reagir. A marcação laziale estava bem encaixada e a pressão sem a bola evitava aproximações.

O Milan conseguiria atacar com mais contundência depois dos 15 minutos. Olivier Giroud teria a primeira chance numa cabeçada para fora. O duelo ficava mais aberto, com boas chegadas de ambos os times. Maignan teria que se antecipar do outro lado, em lançamento de Felipe Anderson para Immobile. Pouco depois, Rafael Leão e Franck Kessié teriam finalizações perigosas pelo lado esquerdo da área. O ritmo era alto, com os dois times acelerando.

A reta final da primeira etapa pendeu mais ao Milan, com Thomas Strakosha parando uma batida de Leão e Giroud cabeceando sem direção. Os visitantes abafavam mais, contra uma Lazio contida em seu campo. Antes do intervalo, Strakosha voltou a intervir numa falta cobrada por Theo Hernández e uma sequência de finalizações foram bloqueadas na área, permitindo que os laziali preservassem a vantagem. De qualquer maneira, o embate ia aberto para o intervalo.

O Milan tomou o mesmo atalho da Lazio e conseguiu o empate no início do segundo tempo, aos cinco minutos. Rafael Leão disparou com muita potência pela ponta esquerda e uniu isso à sua inteligência, com um passe para trás. Giroud apareceu no carrinho e deixou tudo igual. Os milanistas permaneceram melhores na segunda etapa. Um escanteio fechado dos rossoneri seria salvo quase em cima da linha, antes de Junior Messias bater com perigo. Logo depois, o brasileiro ainda quase anotou um golaço, aos 17. Fez fila e chutou no capricho, mas o arremate saiu raspando o pé da trave. Nesta sequência, ainda haveria um cruzamento de Theo Hernández que cruzou a pequena área e Giroud ficou a centímetros de alcançar.

Aos 23 minutos, o Milan mudou o ataque com Ante Rebic e Zlatan Ibrahimovic, saindo Brahim Díaz e um irritado Giroud. Os rossoneri perderam ritmo depois disso, com o equilíbrio voltando a prevalecer. Somente aos 40 minutos é que os milanistas voltariam a despertar e a esboçar a virada. Rebic arriscou de longe e Strakosha espalmou. Depois, Ibrahimovic chutou prensado e viu o tiro seguir para fora. Já quando Theo Hernández arriscou, a finalização congelou Strakosha e passou muito perto, mas pela linha de fundo.

A perseverança do Milan teve sua recompensa apenas aos 47, com o gol da vitória. Rebic roubou a bola no ataque e cruzou. A zaga não afastou por completo e, na sobra, Ibra ajeitou de cabeça para Tonali. O garoto estava no lugar certo, na hora certa. O meio-campista dominou e bateu, com um leve desvio de Strakosha que não evitou o gol. A apoteose acontecia. No fim, os gritos da torcida milanista ecoavam no Olímpico. Festa merecida por tudo o que esse triunfo permite sonhar.

O Milan chega aos 74 pontos, dois a mais que a Internazionale, e reassume a liderança. Porém, os rossoneri ainda vão precisar secar os nerazzurri, que têm uma partida a menos e pegam o Bologna no meio da semana, com chance de ultrapassagem. Até por isso, o resultado do Estádio Olímpico é tão importante. Já a Lazio fica com 56 pontos, na sexta posição, que hoje renderia vaga na Liga Europa.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo