A Lazio fantástica que conseguiu voltar à Champions League na temporada 2019/20 parecia que não conseguia manter o mesmo nível neste ano, 2020/21, e vive certa irregularidade. Este início de 2021, porém, tem sido ótimo para os laziales, que completaram três vitórias consecutivas e a desta sexta-feira foi categórica e marcante: um 3 a 0 diante da rival Roma, no Estádio Olímpico, pela Serie A. Melhor que a vitória é reduzir a diferença para a própria rival, que atualmente é terceira colocada, mas também para entrar na briga pelas quatro primeiras posições de vez.

LEIA TAMBÉM: Strootman chega ao Genoa por empréstimo e tentará recuperar a melhor forma em seu retorno à Itália

A grande partida de foi um ponto alto do duelo dos clubes de . O camisa 10 dos biancocelesti marcou dois gols, ambos com muita precisão. O meio-campista participou muito da partida, sendo o jogador da que mais tocou na bola. Não foi o que mais o fez na partida, porque a Roma ficou muito tempo com a bola, embora quase sempre no seu campo de defesa, ou em regiões sem tanto perigo.

O time de Paulo Fonseca teve 63% de posse de bola, mas o desempenho ofensivo foi quase inexistente: foram só três finalizações e nenhuma delas sequer acertou o gol. Foram dois chutes para fora e outro bloqueado. A Lazio, ao contrário, foi muito precisa: oito finalizações e todas no alvo, levando algum perigo ao goleiro Pau López, que não teve culpa nos gols que sofreu.

Os gols

O brasileiro Ibanez cometeu um erro terrível na defesa. Dentro da área, ele ficou protegendo a bola, sem perceber que havia um jogador chegando por trás, Lazzari, que dividiu e a bola sobrou para Immobile. Ele tocou de primeira no ângulo e marcou 1 a 0. Um vacilo que custou caro para a Roma.

O segundo gol veio em um outro lance no mínimo curioso. Lazzari avançou pela direita, entrou na área, caiu e pediu falta, abrindo os braços e pedindo o pênalti. Não tinha acontecido nada mesmo. O jogador se levantou rapidamente, rolou para trás e Luis Alberto chutou no canto para marcar 2 a 0.

Apesar de ver a Roma ficar com a bola, a Lazio era mais perigosa o tempo todo. Os ataques do time azul e branco da capital eram perigosos e deixavam a Roma em perigo. Foram algumas boas chances até que o time de Simone Inzaghi ampliasse o placar com o seu camisa 10. Lazzari adiantou demais a bola, ninguém chegou, ele mesmo pegou a bola, tocou para Jean-Daniel Akpa Akpro, que rolou para o meio. Luis Alberto dominou pouco antes da meia-lua e chutou colocado, de chapa, no canto: 3 a 0.

No final do jogog, a Roma teve a sua melhor chance, na única bola que chegou com qualidade para o atacante Edin Dzeko finalizar, depois da bola passar por todo mundo, e o goleiro Pepe Reina impedir que os romanistas tirassem o zero do placar do seu lado.

Com a vitória, a Lazio sobe a 31 pontos, igualando a pontuação de Napoli e Atalanta, mas com dois jogos a mais (18 a 16). Se aproxima da Roma, que tem 34, em terceiro, também com 18 jogos, mas pode ser ultrapassada pela Juventus, que tem 33 e 16 jogos. O líder é o Milan, com 40 pontos, seguido pela Inter, com 37 – ambos com 37 jogos.

Um bom desempenho em clássico é sempre algo que anima. A Lazio mostrou um bom futebol, que pode ser uma arma para seguir conquistando bons resultados. A briga pelo título ainda é possível, embora muito mais difícil que na temporada passada, quando brigou com a Juventus até meados do segundo turno. É um resultado que faz os laziales olharem para cima e sorrirem. Um efeito que o clássico pode ter a longo prazo.

Ficha técnica

Classificação Serie A

Standings provided by SofaScore LiveScore

Melhores momentos