Serie A

Num ótimo dérbi, o Torino peitou a Juventus, mas Locatelli está voando e resolveu o jogo no fim

Torino foi melhor durante a primeira metade do jogo, só que a Juventus reagiu e de novo contou com Locatelli

O início da temporada se desenvolve lentamente para a Juventus, que começou mal, mas emenda resultados positivos nas últimas semanas. Quem não demorou a engrenar foi Manuel Locatelli, transformando-se logo de cara num dos protagonistas dos bianconeri. E o meio-campista ressaltou um pouco mais sua importância, ao resolver um dérbi bastante difícil contra o Torino. Os grenás foram claramente superiores ao longo do primeiro tempo no Estádio Olímpico e só na segunda etapa a Juve melhorou. No entanto, os juventinos precisaram perseverar até os 41 do segundo período para construir o triunfo por 1 a 0, num grande lance de Locatelli em combinação com Federico Chiesa.

A Juventus poderia ter construído a vantagem inicial nos primeiros cinco minutos. Moïse Kean e Weston McKennie tiveram duas boas oportunidades, mas sem acertar o pé. Entretanto, estes foram os únicos momentos em que os contragolpes juventinos se encaixaram na etapa inicial. O Torino mandou na sequência do jogo, com muita presença no campo ofensivo e recuperações rápidas. Sasa Lukic e Josip Brekalo eram importantes nesse domínio grená, ainda que Antonio Sanabria não suprisse totalmente a ausência de Andrea Belotti.

<iframe width="100%" height="580" src="https://www.sofascore.com/pt/evento/9644981/formacoes/inserir" frameborder="0" scrolling="no" style="max-width: 770px"></iframe>    <div style="font-size:12px;font-family:Arial,sans-serif"><a href="https://www.sofascore.com/pt/torino-juventus/MdbsWdb" target="_blank" rel="noopener">Placar ao Vivo Torino - Juventus</a></div>

O Toro terminou o primeiro tempo com 61% de posse e encurralou a Juventus durante grande parte do período. Porém, os anfitriões não tiveram tanta capacidade na conclusão das jogadas, com seis de suas nove finalizações para fora. Aos 22, depois de um lateral cobrado na área, Lukic assustou numa cabeçada. Já o melhor lance nessa pressão veio com Rolando Mandragora, que arriscou de longe e parou numa grande defesa de Wojciech Szczesny aos 39. Do outro lado, a Velha Senhora era inócua, limitada a uma chegada de Manuel Locatelli no fim.

A Juventus retornou com Juan Guillermo Cuadrado no lugar de Kean, o que levou Federico Chiesa a jogar como homem mais adiantado. Os bianconeri também adotaram uma postura mais agressiva, adiantando a marcação e acelerando no ataque. O goleiro Vanja Milinkovic-Savic seria exigido. Antes dos 15, realizou uma defesaça em cabeçada de Alex Sandro e também parou Cuadrado. O duelo ficava mais aberto e também mais pegado, sem que o Torino abdicasse totalmente de sua postura.

A indefinição era grande a 20 minutos do fim. Locatelli arriscou para fora, antes que o Torino abafasse numa sequência de tentativas que pipocaram na área. O ritmo do clássico seguia alto, mesmo sem tantas chances claras. E, depois de ganhar Dejan Kulusevski, a Juve voltou a ameaçar aos 35. Adrien Rabiot tentou o passe e Christian Ansaldi fez o corte providencial na área. A partir deste momento, a Velha Senhora era mais viva pela vitória, com o Toro preferindo se proteger mais e buscar os contragolpes. Melhor para os bianconeri, que arrancaram o triunfo aos 41.

Numa troca de passes paciente, Chiesa foi inteligente no movimento e buscou o jogo fora da área. O atacante abriu espaço para a infiltração de Locatelli, que recebeu a assistência e acertou o chute no cantinho, da meia-lua. O talento preponderou. Os minutos finais ainda guardaram a estreia de Kaio Jorge pela Juventus, após se recuperar de lesão. O brasileiro quase descolou uma assistência nos acréscimos, em lance no qual Kulusevski carimbou a trave. Porém, os juventinos estavam mais interessados em gastar o tempo e assim confirmaram o resultado.

A Juventus emenda sua terceira vitória consecutiva na Serie A e chega aos 11 pontos, subindo à metade de cima da tabela. A confiança volta aos poucos entre os bianconeri. Já o Torino lamenta o tropeço. Com oito pontos, a equipe fica na décima colocação.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo