Serie A

Num jogo travado, o Milan superou as dificuldades para vencer o Torino e ganhar fôlego na liderança

Um gol de Giroud nos primeiros minutos garantiu a vitória do Milan, que precisou lidar com o sofrimento no San Siro

O Milan encontrou dificuldades claras nesta terça-feira, mas conquistou a vitória no San Siro para se isolar na liderança da Serie A – pelo menos provisoriamente. O Torino teve mais posse de bola e também criou mais chances, mas um gol de Olivier Giroud logo nos primeiros minutos deu o triunfo por 1 a 0 aos rossoneri. Não foi uma partida vistosa em Milão, com as defesas prevalecendo e poucas emoções. De qualquer forma, o Milan manteve a segurança diante da vantagem precoce e segurou as pontas mesmo com várias ausências importantes. Segue com seu ótimo aproveitamento no topo da tabela, agora aguardando o compromisso do Napoli nesta quarta.

Mesmo com muitos desfalques por lesão, Stefano Pioli realizou uma série de mudanças na equipe titular do Milan, dando descanso a parte dos jogadores que atuaram no final de semana. O Torino até começou um pouco mais com a bola, mas sem levar perigo, com os rossoneri dando mais trabalho em suas transições rápidas. Na primeira oportunidade clara, aos 14, os milanistas saíram em vantagem. Após uma cobrança de escanteio de Sandro Tonali, Rude Krunic desviou no primeiro pau e Olivier Giroud apareceu completamente livre na pequena área, para só empurrar às redes vazias.

Não foi um bom primeiro tempo no San Siro. O Torino não conseguia indicar tantas forças para a reação, mesmo que controlasse a bola por mais tempo. Mas não que o Milan representasse grande perigo do outro lado, com dificuldades em construir jogadas tão boas assim para ampliar o placar. No máximo, Krunic desviou para fora uma falta cobrada por Tonali pouco antes do intervalo, mas foi só. As defesas prevaleciam, num duelo bem mais travado na intermediária.

O Milan pareceu disposto a aumentar sua qualidade no segundo tempo, especialmente com a entrada de Theo Hernández na lateral esquerda. Contudo, o impacto imediato do francês foi mínimo, num início de etapa final dominado pelo Torino. Os grenás rodavam a bola e buscavam espaços no campo ofensivo, mas sem tantas ameaças. Quando Andrea Belotti teve um pouco mais de espaço, não definiu tão bem. De qualquer maneira, o ânimo do Toro logo esfriaria.

Na sequência do segundo tempo, Pioli preferiu dar novo gás ao meio-campo, com Tiemoué Bakayoko e Ismael Bennacer. A equipe teve um momento de domínio, o que não significava tanto diante das dificuldades na criação. E o Torino ainda quase arrancou o empate aos 31, quando Dennis Praet achou Antonio Sanabria, mas Ciprian Tatarusanu realizou uma defesa decisiva no susto diante do paraguaio. Os grenás seguiam mais ativos na reta final, mas esbarravam na defesa rossonera, com um chute travado de Praet pegando no travessão. Zlatan Ibrahimovic saiu do banco, sem tantas chances para aumentar a tranquilidade de sua equipe. No último minuto, o Toro ainda buscou um abafa, mas Tatarusanu fez outra defesa decisiva e Simon Kjaer rasgou uma bola na pequena área.

O Milan fica com 28 pontos na primeira colocação, invicto e somando nove vitórias em dez rodadas. Com três pontos de vantagem, aguarda o resultado do Napoli, que recebe o Bologna nesta quarta. Já o Torino ocupa o 12° lugar, com 11 pontos, e fez bons jogos contra os principais adversários do campeonato, apesar das derrotas consecutivas. Mais cedo nesta terça, Spezia e Genoa empataram por 1 a 1. Já no encontro entre clubes promovidos, a Salernitana ganhou do Venezia fora de casa por 2 a 1, de virada. O gol derradeiro saiu aos 50 do segundo tempo, com Andrea Schiavone.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo