Serie A

Nesta, sobre transferência para o Milan em 2002: “Eu não queria sair da Lazio”

Alessandro Nesta é um dos grandes ícones do futebol italiano dos anos 1990. Um dos zagueiros mais badalados da liga italiana, defendeu a Lazio por nove anos, onde se tornou ídolo e capitão. Em 2002, ele deixou o clube da capital italiana rumo ao poderoso Milan. Uma transferência que gerou revolta dos torcedores, que viram o seu capitão e ídolo, que tinha levantado a taça do Campeonato Italiano de 1999/2000 indo para um rival. O problema é que o zagueiro não queria sair. A decisão de vende-lo foi do clube, que precisava do dinheiro.

LEIA TAMBÉM: Buffon: “Verrati é o único talento de verdade do futebol italiano”

O então dono, Sergio Cragnotti, viveu um escândalo com a sua empresa, a Cirio, que entrou em uma grave crise financeira. A falência da companhia afetou diretamente a Lazio, que precisou vender os seus principais jogadores para fechar a conta. Pavel Nedved foi para a Juventus e Alessandro Nesta foi para o Milan. Cragnotti foi processado pela promotoria italiana por crimes financeiros relacionados à Cirio e o empresário foi obrigado a deixar a Lazio, com a chegada de um interventor, já em 2003.

“Eu cresci na Lazio, desde que eu tinha oito anos de idade”, disse Nesta, falando com a DAZN. “Eu passei por toda a categoria de base, eu cheguei ao time principal e me tornei capitão ainda muito jovem. Foi uma marca muito importante para mim, depois disso eu diria que foi o Scudetto”, continuou o ex-zagueiro.

“Eu não queria sair, no ano anterior eu tinha recusado alguns grandes clubes, mas então eu percebi que eu tinha que sair”, afirmou o jogador. “O clube tinha dívidas e o time estava sem receber salários por seis ou sete meses, então eles me chamaram de traidor”, contou o ex-jogador. “Hoje, porém, a Lazio é saudável e bem organizada, o presidente [Claudio] Lotito fez um bom trabalho, mesmo que ele tenha sido desafiado algumas vezes pelos problemas. No final, ele criou um time importante”, afirmou o ex-jogador.

No Milan, Nesta marcaria época. Foram dois títulos da Serie A, uma Copa da Itália e duas Champions League. Encerrou a carreira em 2014, depois de passar ainda por Montreal Impact e alguns poucos jogos pelo indiano Chennaiyin. Atualmente, Nesta é técnico e dirige o Perugia, depois de uma temporada dirigindo o Miami FC, que jogou a NASL. No Perugia, ele tem o desafio de tentar o acesso à Serie A. O time, por enquanto, faz uma campanha instável: quatro jogos, uma vitória, um empate e duas derrotas, ocupando apenas o 14º lugar.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.