Serie A

Não deu para o Sassuolo tirar ponto da Inter novamente, por mais que tenha tentado

A Internazionale havia visitado o Sassuolo seis vezes desde 2013 e, tirando o 7 a 0 da primeira, sempre teve dificuldades. Perdeu quatro vezes e ganhou a outra por 1 a 0. Neste domingo, conseguiu os três pontos, com dois gols de cada membro da sua dupla de atacantes, mas o Sassuolo mais uma vez se mostrou um osso duro de roer e obrigou a Inter a se segurar até o fim para vencer por 4 a 3.

[foo_related_posts]

A sétima vitória em oito rodadas do time de Antonio Conte começou com um bonito chute colocado de Lautaro Martínez, antes dos dois minutos. Pouco depois, o Sassuolo esboçou a zebra quando Domenico Berardi fez uma boa jogada pela direita e bateu cruzado para empatar.

Mas, antes do intervalo, a Inter abriria 3 a 1, com dois gols de Lukaku, que chegou a cinco na Serie A. No primeiro, recebeu o passe rasteiro do zagueiro De Vrij, girou com o corpo e bateu de perna direita. O segundo foi em pênalti sofrido por Lautaro Martínez. Aos 26 minutos da etapa final, outra penalidade máxima, desta vez convertida pelo centroavante argentino.

A Internazionale goleava, mas o Sassuolo, ou Jérémie Boga mais especificamente, não queria desistir ainda. O camisa 7 fez a jogada pela esquerda e tocou para Francesco Caputo, que apenas escorou para Filip Duricic tocar no canto. A nove minutos do fim, Boga fez uma linda jogada individual e colocou a bola além de Handanovic para descontar: 4 a 3.

Apesar do susto, a Internazionale segurou a vitória e segue na cola da Juventus.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo