Serie A

Mourinho cumpriu a promessa e deu o par de tênis prometido para Afena-Gyan depois dos gols contra o Genoa

Mourinho disse que daria o par de tênis se o garoto marcasse um gol e vieram logo dois, nos 2 a 0 sobre o Genoa

Antes do Genoa x Roma deste domingo, José Mourinho prometeu: se Felix Afena-Gyan marcasse um gol, o português daria o par de tênis que o garoto de 18 anos queria comprar. A história parece remeter até a outros tempos do futebol e, no fim das contas, o atacante fez por merecer o presente. Após sair do banco aos 30 do segundo tempo, o ganês abriu o placar sete minutos depois e ainda fecharia a conta em 2 a 0 com um golaço, mandando um chute na gaveta de Salvatore Sirigu. Já na comemoração, saiu correndo para abraçar Mou e também lembrá-lo do tênis.

Nesta segunda-feira, então, Mourinho cumpriu com sua palavra. Deu o par de tênis que Afena-Gyan queria e fez a alegria da promessa. Rolou até dancinha do atacante em agradecimento ao comandante. Levado de Gana à base da Roma na temporada passada, o adolescente começou com tudo o atual campeonato primavera e foi pinçado por Mourinho ao time principal no último mês. Depois de duas partidas saindo do banco, conseguiu marcar seus primeiros gols como profissional neste domingo. E da maneira mais inesquecível, para logo se tornar um xodó dos torcedores romanistas.

E, ao que parece, o garoto também caiu nas graças de Mourinho por sua personalidade. Na entrevista concedida depois da vitória sobre o Genoa, o treinador elogiou a fome de gols e a capacidade física do atacante, mas também a maneira como ele mantém os pés no chão e a própria vontade de aprender. Ao que parece, o português terá um novo pupilo para desenvolver na capital italiana. Neste caso, não será um reserva do qual reclamará tanto.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo