Serie A

Mourinho comemora 100 jogos pela Serie A fazendo o que mais gosta: reclamando da arbitragem

A Roma ficou no 0 a 0 com o Genoa, em casa, com um gol anulado de Zaniolo aos 45 minutos do segundo tempo e a expulsão do meia-atacante

José Mourinho comandou neste sábado o seu 100º jogo pela Serie A, mas, mesmo contra um time do Genoa com um jogador a menos, não conseguiu sair do 0 a 0, teve confusão com um gol anulado de Nicolò Zaniolo, e o técnico português comemorou a marca fazendo que mais gosta de fazer: reclamar da arbitragem.

Mourinho buscava igualar o recorde de Antonio Conte, que ganhou 62 das suas 100 primeiras rodadas pela elite do Campeonato Italiano, e emendar a terceira vitória consecutiva, após derrotar Cagliari e Empoli, mas não conseguiu furar a defesa do Genoa, a segunda pior do campeonato, com 45 gols sofridos, nem após a expulsão de Leo Ostigard, aos 23 minutos da etapa final.

O Genoa levou perigo na bola parada no primeiro tempo, e Sérgio Oliveira teve uma boa chance, depois de ótima jogada individual de Zaniolo. Smalling teve uma cabeçada em ótima posição, mas mandou para fora. Aos 45 minutos do segundo tempo, Zaniolo recebeu dentro da área e foi abrindo em direção ao semi-círculo com a perna esquerda até encontrar o espaço para um chute certeiro no canto.

Parecia que seria a vitória da Roma, mas o lance foi anulado por uma falta de Tammy Abraham na construção da jogada. Zaniolo ficou frustrado. Minutos depois, tentou outro chute de fora da área e continuou argumentando com o árbitro Rosario Abisso, que ficou de saco cheio e mostrou o cartão vermelho direto ao italiano nos instantes finais da partida.

“Não quero comentar nem o gol anulado, e nem o cartão vermelho. O futebol mudou. Não precisamos mais chamá-lo assim porque é agora outro esporte, segundo as orientações que fazem aos árbitros. Se Abisso errou, é um déjà vu para nós porque aconteceu tantas vezes nesta temporada. A Roma é pequena diante dos olhos do poder”, afirmou.

E apesar de ter dito que não comentaria nem o gol anulado e nem a expulsão, Mourinho comentou pelo menos a expulsão na entrevista coletiva. “Eu falei com o árbitro porque na minha opinião ele errou. Você acha que se Zaniolo jogasse pela Internazionale, pela Juventus ou pelo Milan, a mesma situação teria acontecido? Ele não ganhou um pênalti toda a temporada, ele recebe falta o tempo inteiro, ele abre a boca e é automaticamente punido. Ele recebeu sete ou oito cartões amarelos e dois vermelhos, um jogador criativo como Zaniolo”, disse.

“O Zaniolo foi expulso porque disse três ao senhor Abisso: ‘Por que diabos você apitou?’. Ele disse três vezes seguidas, mas não foi um insulto. Se eu sou o árbitro, depois de alguém comemorar um gol aos 45 minutos e vê-lo ser anulado, é naturalmente frustrante, você dá um amarelo e pronto. Você acha que o cartão vermelho teria sido dado, por exemplo, para Lautaro Martínez da Inter no San Siro? Ou Giorgio Chiellini no Juventus Stadium? Ou Zlatan Ibrahimovic no San Siro?”

“Por que diabos você apitou recebe cartão vermelho. É aqui que estamos. Somos considerados um clube pequeno. Talvez não seja nem culpa dele, talvez o árbitro esteja apenas seguindo as orientações que lhe dão para o futebol moderno pelos professores que estão no comando”, finalizou Mourinho.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo