Serie A

Mortal no contra-ataque, Inter supera bom jogo do Sassuolo e abre 11 pontos na liderança

Mesmo como visitante em San Siro, neroverdi foram até superiores em muitos momentos à Inter, mas sofreu com contra-ataques e perdeu por 2 a 1

A Internazionale conseguiu uma vitória melhor no placar que na atuação em San Siro. Diante de um bom time do Sassuolo, a equipe dirigida por Antonio Conte fez 2 a 1, aproveitando bem o seu ataque mortal com Romelu Lukaku e Lautaro Martínez. A vitória coloca os nerazzurri com uma vantagem confortável na tabela: são 11 pontos à frente do Milan, segundo colocado.

O jogo disputado nesta quarta-feira foi adiado da 28ª rodada, porque a Inter teve um surto de COVID-19 no seu elenco e a Autoridade Local de Saúde da região da Lombardia, onde fica Milão, recomendou que os jogadores do clube ficassem em quarentena. Assim, a partida foi adiada.

Sem Alessandro Bastoni e Marcelo Brozovic, suspenso, e Aleksandar Kolarov, machucado, Conte escalou a equipe no seu 3-5-2, com Matteo Darmian, lateral, improvisado como zagueiro pelo lado esquerdo, com Stefan De Vrij e Milan Skriniar na mesma linha. Roberto Gagliardini foi titular no meio-campo, com Nicolò Barella e Christian Eriksen. Ashley Young e Achraf Hakimi fizeram as duas alas, com o ataque formado por Lukaku e Lautaro.

O Sassuolo chegou a Milão muito desfalcado. Não teve em campo Mehdi Bourabia, Filippo Romagna, Francesco Caputo, Domenico Berardi, este um dos principais jogadores do time e da liga. Mesmo assim, a equipe comandada pelo técnico Roberto De Zerbi conseguiu fazer um om jogo e complicou a vida da líder Inter.

Apesar do bom início de jogo do Sassuolo, foi a Inter que conseguiu um gol rápido. Em uma descida ao ataque pela esquerda de Ashley Young, o ala inglês cruzou e Romelu Lukaku desviou de cabeça para marcar 1 a 0. Curiosamente, embora seja um jogador alto, com 1,91 metro, este foi o primeiro gol de cabeça do atacante.

Nos primeiros 25 minutos em San Siro, era o time visitante que ficava com a bola. A Inter se armava para contra-atacar. Os nerazurri dali até o final do primeiro tempo equilibrou um pouco mais a partida.

No retorno ao segundo tempo, o Sassuolo jogava praticamente sozinho. Só a equipe visitante chutava a gol e a Inter, mesmo armada para os contra-ataques, não conseguia encaixar nenhum ataque frutífero.

O lance mais polêmico do jogo veio quando o Sassuolo reclamou de um puxão de Stefan De Vrij em Giacomo Raspadori dentro da área, que seria pênalti. O árbitro Massimiliano Irrati não marcou. No contra-ataque, a Inter aproveitou a chance. Barella acionou rapidamente Lukaku e o camisa 9 passou para Lautaro, que dominou e chutou cruzado de pé esquerdo: 2 a 0. No seu primeiro contra-ataque bem-sucedido no segundo tempo, os nerazzurri arrancavam o segundo gol.

Com 2 a 0 no placar, a missão do Sassuolo ficou difícil e o time de De Zerbi passou a atacar mais. Só que também deu mais espaços e a Inter teve algumas chances de aumentar o placar. Só que o Sassuolo conseguiu o seu gol, merecidamente, aos 40 minutos. Hakimi errou o passe e Filip Djuric acionou Hamed Junior Traoré, que acertou um belo chute para marcar um golaço: 2 a 1 no placar.

Nos últimos minutos, a Inter chegou a marcar 3 a 1, mas o gol de Lukaku em contra-ataque foi bem anulado por impedimento. A situação de ter espaço para ver seus atacantes correrem deixou a Inter muito confortável, inclusive com a entrada de Alexis Sánchez.

A Inter abre 11 pontos na liderança da Serie A, com 71 contra 60 do Milan, segundo colocado. A Juventus, que venceu o Napoli por 2 a 1 também em jogo atrasado nesta quarta-feira, subiu a 59 pontos e encostou nos rossoneri na disputa pela segunda posição. A Atalanta vem em seguida com 58 pontos, fechando o grupo de quatro primeiros colocados. O Napoli, derrotado pela Juventus, é quinto com 56 pontos e ainda na briga por um lugar na Champions League.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.