ItáliaSerie A

Milan faz jogo crucial pelo scudetto contra o Palermo

O Milan terá uma missão espinhosa pela frente na 26ª rodada do Campeonato Italiano, neste fim de semana. O time irá até a Sicília onde enfrentará, no estádio Renzo Barbera, o Palermo, que venceu as últimas quatro partidas em casa.

Os rossoneri, por sua vez, não podem tropeçar. Apesar de ser líder em pontos ganhos, o Milan pode ser ultrapassado pela Juventus, que tem um ponto a menos e uma partida a fazer. Por isso, o técnico Massimiliano Allegri considera a partida deste sábado, em Palermo, fundamental.

“Esse jogo é crucial em relação ao scudetto”, afirmou. “Para continuar no topo da tabela neste final de semana, é importante para nós mesmo que a Juventus tenha a chance de nos passar na semana que vem”, explicou. “Por isso, temos que ganhar amanhã”.

A missão dos rossoneri, porém, tende a ser árdua. O retrospecto do Palermo em casa nesta temporada é de dez vitórias em 12 jogos. Nos últimos quatro jogos em Palermo, quatro vitórias. O Milan não consegue vencer no estádio Renzo Barbera desde 2006, quando bateu o time por 2 a 0 pelo segundo turno da temporada 2005/06.

Se o retrospecto recente não é animador para os torcedores do Milan, o histórico é. São 55 jogos entre os dois times, com 13 vitórias do Palermo, dez empates e 32 triunfos rossoneri. No primeiro turno, em15 de outubro de 2011, o Milan venceu no San Siro por 3 a 0.

Allegri tem problemas para escalar a zaga central. Com Alessandro Nesta machucado e Philippe Mexès suspenso, quem entra na vaga é Daniele Bonera. Alexandre Pato está fora da partida com mais uma lesão muscular e Maxi Lopez é dúvida, assim como Kevin-Prince Boateng. Merkel, Strasser e Seedorf também estão fora da partida. Aquilani, Cassano e Gattuso são outros desfalques que podem nem voltar nesta temporada.

A notícia boa é a volta de Zlatan Ibrahimovic, que deve formar dupla de ataque com Robinho. Emanuelson, mais uma vez, deve fazer o papel de trequartista, com Nocerino, Ambrosini e Muntari na linha de volantes.

No Palermo, os desfalques são Balzaretti, suspenso, assim como o zagueiro Silvestre, que está machucado. Bacinovic ainda é dúvida. O time deve ter uma formação espelhada ao Milan, com Ilicic como trequartista e Budan e Miccoli no ataque. Barreto, Donati e Bertolo formam a linha de volantes.

Em Turim, Juventus enfrenta o Chievo

Com um jogo no bolso ainda a fazer, a Juventus terá o Chievo no seu estádio para tentar manter-se no mínimo com a mesma distância em relação ao atual líder, Milan, que tem um ponto a mais. A grande notícia para os torcedores da Vecchia Signora é que Alessandro Del Piero pode começar jogando no ataque, ao lado de Mirko Vucinic e Alessandro Matri.

Paolo De Ceglie deve ganhar chance na lateral esquerda, com o time sendo armado no 4-3-3, com Andrea Barzagli e Giorgio Chiellini no centro da defesa e Stephan Lichtsteiner. No meio-campo, Andrea Pirlo e Claudio Marchisio devem ter a companhia de Emanuele Giaccherini ou Simone Padoin.

O time do técnico Domenico Di Carlo terá os desfalques de Nikola Gulan e Santiago Moreno, ambos machucados. Sergio Pelissier, suspenso, também está fora da partida. A equipe deve vir armada em um 4-3-2-1, com apenas Alberto Paloschi isolado no ataque.

Os bianconeri são claramente favoritos no jogo, com um histórico de 17 jogos com o Chievo e apenas uma derrota – na temporada 2009/10, em Verona. Em casa, a Juventus nunca perdeu para o Chievo.

Lazio e Roma fazem clássico da capital

O dérbi da capital italiana será disputado neste domingo no estádio Olimpico, com mando da Roma. Na história, são 140 jogos, 50 vitórias dos giallorossi, 55 empates e 35 vitórias dos biancocelesti. No primeiro turno, vitória da Lazio por 2 a 1 com um gol de Klose no final do jogo.

A Roma deve usar o seu time titular que vem atuando nas últimas partidas, com Stekelenburg; Rosi, Juan, Heinze e Taddei; Pjanic, De Rossi e Marquinho; Totti, Lamela e Borini. Osvaldo, Gago e Cassetti, suspensos, não jogam. Burdisso, machucado, deve ficar fora até o fim da temporada.

Já a Lazio, do demissionário Edy Reja – mantido no cargo pela diretoria mesmo tendo pedido para sair – deverá jogar no 4-2-3-1. Lulic, machucado, não joga, assim como Konko, Zauri, Brocchi e Stankevicius. A provável escalação dos biacocelesti é: Marchetti; Scaloni, Biava, André Dias e Garrido; Ledesma e Matuzalém; González, Hernanes e Mauri; Klose.

O jogo vale muito para os dois times não só pelo clássico em si, mas porque os dois estão na disputa por uma vaga em competição europeia na próxima temporada. A Lazio é quarta colocada, com 45 pontos e empatada com a Udinese. A Roma é sexta, com 38, e ainda sonha em terminar no terceiro lugar.

Também no domingo, a Internazionale recebe o Catania no San Siro tentando sair da má fase. O time não vence há oito partidas e deve encarar os sicilianos, em nono lugar, ameaçados de ficar cada vez mais longe da possibilidade de chegar à Liga dos Campeões. Com 36 pontos e em sétimo lugar, a equipe já tem nove pontos de diferença para o terceiro colocado, último time classificado à principal competição europeia.

O técnico Claudio Ranieri, pressionado, deve levar a campo um time modificado em relação ao último jogo. Wesley Sneijder deve ir para o banco para o time voltar a atuar no 4-4-2 com duas linhas de quatro. Especula-se que o time deve ter Faraoni e Palombo como titulares do meio-campo, junto com Cambiasso e Nagatomo. Zanetti pode atuar na lateral esquerda. No ataque, Milito e Pazzini. Foi nessa formação que o time conseguiu se recuperar na tabela.

Confira os jogos da 26ª rodada da Serie A:

Sábado, 3/mar

Palermo x Milan
Juventus x Chievo

Domingo, 4/mar

Parma x Napoli
Udinese x Atalanta
Siena x Cagliari
Fiorentina x Cesena
Lecce x Genoa
Roma x Lazio
Bologna x Novara
Internazionale x Catania

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo