Serie A

Milan consegue uma vitória dramática para manter uma campanha espetacular na Serie A

Foi sofrido, mas o Milan conseguiu uma vitória duríssima contra o Bologna, que ficou com dois jogadores ao menos e lutou bravamente até os minutos finais

O Milan segue com uma campanha espetacular na Serie A após uma vitória sofrida e para lá de dramática diante do Bologna, fora de casa. O placar de 4 a 2 não conta toda a história, já que os dois últimos gols do Milan só tenham saído nos minutos finais da partida. Depois de um ótimo primeiro tempo em que abriu 2 a 0, o Milan tomou o empate já com o Bologna com um jogador a menos. Os mandantes ainda ficariam com menos um jogador, lutaram muito, mas nos minutos finais, o Milan arrancou dois gols e saiu com a vitória.

O jogo marcou a volta de Zlatan Ibrahimovic ao time titular do Milan. O técnico Stefano Pioli tinha vários desfalques, como Theo Hernández, Mike Maignan, Brahím Diaz, Ante Rebic e Alessandro Florenzi, para ficar só nos principais.

Aos 16 minutos do primeiro tempo, o Milan abriu o placar. Ibrahimovic passou para Rafael Leão, que chutou forte, a bola desviou na defesa e matou o goleiro Lukasz Skorupski para fazer 1 a 0.

O Bologna jogava com um jogador a menos desde a expulsão de Adama Soumaro, que fez uma falta para impedir uma chance clara de gol. Com um a menos, ficou difícil resistir. O segundo gol veio com o lateral e capitão Davide Calabria, que encheu o pé em uma bola que sobrou dentro da área e estufou a rede: 2 a 0.

No segundo tempo, as coisas mudaram. Logo aos quatro minutos, Musa Barrow cobrou um escanteio venenoso que Ibrahimovic tentou desviar da bola, mas fez o contrário: tocou nela para marcar um gol contra. O placar de 2 a 1 era perigoso e rapidamente isso se mostrou verdadeiro. Só três minutos depois de tomar o primeiro gol, o Milan tomou o segundo.

Em uma bela jogada que passou por Marko Arnautovic, que passou para o capitão Roberto Soriano e ele lançou precisamente para Barrow. O meia finalizou com categoria e marcou: 2 a 2 no placar.

Só que o Bologna teve uma dificuldade extra: Soriano foi expulso aos 13 minutos do segundo tempo. Com dois a menos, o time da casa precisou se retrair e defender o resultado. O Milan tinha dificuldade, mas foi para cima.

O tempo passava e o Milan tinha dificuldades. Ibrahimovic fazia um jogo ruim, ainda sem o ritmo ideal de alguém que não era titular do time desde maio. Mesmo assim, o técnico Stefano Pioli confiou nele e o manteve em campo.

Foi só aos 39 minutos do segundo tempo que o gol, enfim, saiu. Ismaël Bennacer pegou um rebote e, da entrada da área, soltou um belo chute, no canto, que não tinha defesa: 3 a 2 para o Milan.

Com o gol, a tranquilidade veio e, aos 45, veio mais um para matar o jogo. Desta vez, Bennacer tocou para Ibrahimovic, que aproveitou a chance e chutou no canto para marcar 4 a 2 para o Milan e fechar a conta no estádio Renato Dall’Ara.

A vitória leva o Milan a 25 pontos, com um jogo a mais que o Napoli, com 24 e que joga neste domingo contra a Roma. A Inter tem 17, em terceiro, e a Roma tem 15, em quarta.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo