Serie A

Mihajlovic foi “brincar” de bater faltas no treino do Torino e sua maestria segue intacta

Há poucas semanas, Casemiro participou do programa Resenha, na ESPN Brasil, e contou como Zinedine Zidane não dá trégua quando resolve reviver, nos treinos do Real Madrid, seus tempos de jogador. “Às vezes, quando falta um, ele joga e é o melhor em campo”, falou o meio-campista. E, em suas devidas proporções, o privilégio de ser treinado por um grande ex-jogador se sente também no Torino. Ou, neste caso, a tormenta para os goleiros.

Sinisa Mihajlovic pode ser facilmente colocado entre os melhores batedores de falta da história. Sua tripleta em três tiros livres, quando atuava pela Lazio, se transformou em lenda. E, aos 48 anos, a canhota do iugoslavo continua calibradíssima. Durante uma atividade na pré-temporada, o treinador resolveu testar Vanja Milinkovic-Savic. E se o goleiro de 20 anos não teve muito tempo para ver seu compatriota jogar, sentiu na pele a maestria do veterano nas bolas paradas. Foram três chutes consecutivos na gaveta. Talento impressionante.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo