Serie A

Mesmo internado ao longo de abril, Mihajlovic conseguiu vencer o prêmio de melhor técnico do mês na Serie A

O Bologna correspondeu muito bem e desejou força ao treinador em campo, com uma sequência de bons resultados em abril

Sinisa Mihajlovic passou as últimas semanas afastado do cotidiano do Bologna. Diante dos exames que apontaram a volta de uma leucemia, o sérvio permaneceu em tratamento. Apesar disso, o treinador manteve o contato diário para orientar o trabalho e viu seus jogadores corresponderem em campo. O Bologna vem de boa sequência na Serie A, quando resolveu aprontar diante de vários adversários de peso e arrancou pontos preciosos da disputa pelo título, em especial da Internazionale. E o reconhecimento máximo veio em forma de prêmio: Mihajlovic acabou eleito como o melhor treinador do Campeonato Italiano em abril.

“O prêmio de treinador do mês para Sinisa Mihajlovic é a celebração não apenas dos resultados importantes em campo, mas também da coesão, do trabalho diário e da unidade de propósito de um grupo que continuou invicto em abril. Mihajlovic foi capaz de formar uma comissão técnica em absoluta harmonia com seu pensamento e conseguiu transferir seu espírito aos colegas e jogadores. O Bologna deste mês mostrou a determinação, a intensidade e o espírito competitivo que sempre caracterizaram Mihajlovic”, declarou Luigi De Siervo, chefe-executivo da Lega Serie A.

A cena mais marcante envolvendo Mihajlovic durante o tratamento aconteceu no fim do mês de abril. Após a vitória sobre a Inter, os jogadores do Bologna foram até o hospital onde o treinador estava internado e ofereceram uma espécie de serenata. Cantaram seu nome e festejaram o resultado à distância, com o sérvio na janela. Naquele período, Mihajlovic seguia passando por sessões de quimioterapia. O veterano se afastou das atividades em março, quando a reincidência da leucemia foi detectada.

Ao longo de abril, o Bologna se manteve invicto na Serie A. A equipe venceu Inter e Sampdoria, além de ter empatado contra Milan, Juventus e Udinese. Mesmo com os rossoblù fazendo uma campanha de meio de tabela, a sequência de resultados mereceu destaque especial – sobretudo pelo contexto que envolvia Mihajlovic. Já neste início de maio, o time empatou com a Roma e perdeu para o Venezia. O Bologna ocupa o 13° lugar na liga e encerrará sua campanha com mais duas partidas, contra Sassuolo e Genoa.

Dias antes do prêmio, Mihajlovic tinha recebido outra boa notícia, ao ganhar alta do hospital e poder voltar ao trabalho diário no Bologna. O sérvio já esteve à beira do campo durante a derrota para o Venezia e até brincou que “deveria seguir internado”, pelo fim da sequência invicta. Para seu consolo, o treinador poderá receber em mãos o troféu oferecido pela Serie A. Será também uma motivação a mais em sua luta e na retomada das atividades, mesmo com todas as limitações.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo