Serie A

Lautaro fez a diferença para quebrar a retranca do Torino e garantir um duro triunfo à Inter

Nem sempre as vitórias vêm com facilidade, e a Internazionale sentiria isso na pele, para ampliar seu ótimo momento na Serie A. O Torino merece respeito por sua história, mas faz uma campanha fraca nesta temporada e qualquer pontinho em Turim seria bem-vindo na luta contra o rebaixamento. Com uma defesa bem trancada, o Toro dificultou demais à Inter. Porém, a cinco minutos do fim, os nerazzurri conseguiram arrancar o triunfo por 2 a 1, que sustenta sua folga na liderança. Lautaro Martínez seria decisivo, sofrendo o pênalti que abriu o placar e ainda marcando o gol decisivo.

A Internazionale parecia próxima do gol durante os primeiros minutos, com Lautaro Martínez muito participativo. Seriam duas boas chances do argentino, uma delas salva por Lyanco na hora exata. Os nerazzurri empurravam o Torino contra a parede, mas o tempo foi passando e os espaços às finalizações não eram tão grandes. E enquanto o bloqueio grená funcionava, quase o time chegou ao gol num lance inacreditável aos 29. Lyanco carimbou a trave e Romelu Lukaku rifou a bola na pequena trave. O Toro passou a sair mais na reta final da primeira etapa, enquanto a Inter se limitava a cruzamentos infrutíferos.

O segundo tempo voltou com a Inter tentando furar a retranca. Roberto Gagliardini deu o aviso numa cabeçada, mas Antonio Conte logo mandaria a campo Christian Eriksen e Ashley Young. O gol não tardou a vir. Aos 16, Lautaro foi derrubado na área e Lukaku converteu o pênalti, deslocando Salvatore Sirigu. O goleiro ainda faria uma defesa importante na sequência, afastando com o pé um tiro de Achraf Hakimi.

O Torino, no entanto, não demorou a dar sua resposta e empatou aos 25. Simone Zaza tinha saído do banco pouco antes e, numa bola alçada, viu Samir Handanovic fazer milagre. Antonio Sanabria aproveitou o rebote e guardou. Ainda existiam dúvidas sobre uma falta sobre Nicolò Barella no lance, mas a arbitragem não marcou nada. Restava à Inter voltar a pressionar e tentar encontrar alguma forma de romper o ferrolho. Os nerazzurri encontravam dificuldades para criar chances, mas Lautaro apareceu como herói aos 40. Alexis Sánchez, que saíra do banco pouco antes, cruzou no capricho e o argentino cabeceou no canto. O Torino ainda tentou um empate desesperado no fim e deu sustos, mas não teve sucesso.

São seis vitórias consecutivas da Inter em todas as competições e oito na Serie A, com uma invencibilidade que chega a 11 partidas na liga. O time soma 65 pontos, nove a mais que o Milan, botando pressão sobre os rivais antes do duelo contra o Napoli no San Siro. Já o Torino vê a ameaça no Z-3 aumentar. Com 20 pontos, o Toro deixou o Parma encostar, após a vitória por 2 a 0 sobre a Roma. Os grenás ficam a dois pontos de sair da zona de rebaixamento.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo