Serie A

Sem novidade, a Juventus voltou a jogar mal, mas seguiu vencendo — graças aos seus zagueiros

Bremer e Rugani, os dois zagueiros, marcaram os gols da Juventus, que colocaram a Vecchia Signora na liderança da Serie A

A Juventus jogou para o gasto e venceu o Cagliari apenas por 2 x 1 em jogo realizado na tarde deste sábado no Alianz Stadium, em Turim. Todos os gols da partida foram marcados de cabeça. Do lado da Juve, os zagueiros fizeram a diferença com o brasileiro Bremer e também com Rugani, do lado do time Rossoblú, Dossena subiu alto para marcar o único tento dos visitantes no jogo, que foi válido pela 12ª rodada da Serie A.

Com os três pontos conquistados, a Juventus foi aos 29 pontos e provisoriamente, assume a liderança com 29 pontos. Na próxima rodada, a Juve terá o clássico diante da Internazionale, em confronto direto pela liderança da competição. Já o Cagliari contou com a derrota do Verona diante do Genoa para se manter fora da zona de rebaixamento do torneio. Com nove pontos, o time Rossoblú está a um ponto do Z3.

Juventus sofre mais do que deveria em primeiro tempo agitado

A Vecchia Signora teve muita dificuldade para construir e armar suas jogadas, diante do 4-2-3-1 armado pelo Cagliari, que se fechou em duas linhas de quatro e dificultou muito as transições pelos lados da Juventus. Inclusive, quem criou a primeira oportunidade de jogo foi o time visitante, com Nicolas Viola, que recebeu assistência precisa de Gabriele Zappa e finalizou com perigo aos sete minutos do primeiro tempo.

Aos 11 minutos, Gabriele Zappa teria mais uma chance em favor do Cagliari. O lateral-direito recebeu em progressão dentro da área e chutou para fora, de dentro da área. O time visitante pressionava a Juventus, em pleno Allianz Stadium, e com Andrea Petagna, criou mais uma chance com o pé direito, após mais uma assistência de Nicolas Viola, aos 12 minutos de jogo.

A primeira grande chance da Juventus na partida aconteceu aos 18 minutos, com Chiesa, após cobrança de falta. Aos 28 minutos, Fabio Miretti recebeu passe de Locatelli e mandou um belo chute de fora da área, assustando o goleiro Scuffet. Seis minutos mais tarde, foi a fez de Rugani receber cruzamento de Chiesa e acabar perdendo uma chance importante de abrir o marcador

O atacante Moise Kean começou a participar mais do jogo a partir do fim da primeira etapa, e foi com a dinâmica maior do jogador, que a Juventus começou a criar mais oportunidades. Aos 36 minutos, Kean rolou para Cambiaso, que chutou de canhota, de dentro da área, mas perdeu a chance de marcar.

Dois minutos mais tarde, a Juventus teve mais uma oportunidade perdida com Moise Kean, o atacante recebeu assistência de Federico Gatti e tentou a finalização com o pé direito de um ângulo difícil da direita, errando mais uma vez o alvo. Weston McKennie foi mais um jogador da Juventus que errou o alvo e perdeu boa chance de marcar o primeiro gol da Juventus na partida. O primeiro tempo terminou zerado para os dois lados e foi justo tendo em vista o futebol apresentado pelos dois times.

Juve consegue dois gols, toma susto no fim, mas segura vantagem

A Juventus jogou um pouco a mais do que na primeira etapa, o que foi o suficiente para conseguir dois gols e garantir a vitória. Aos três minutos de jogo no segundo tempo, Chiesa recebeu a bola na entrada da grande área, limpou a marcação, e mandou uma bomba, por cima da meta de Scuffet.

Cinco minutos mais tarde, pelo lado esquerdo, Kostic foi lançado na linha de fundo e cruzou para a área, a bola sobrou para Chiesa, que acabou sendo travado pela defesa do Cagliari. Aos nove, mais um lance perigoso em favor da Juventus. Após cobrança de escanteio, Gatti subiu mais do que toda a defesa do Cagliari e quase marcou o primeiro gol do jogo. E foi na bola aérea, que a Juve conseguiu suplantar a marcação terrestre do time Rossoblú e assim começar a construir o seu caminho para a vitória.

Aos 14 minutos, após cobrança de falta primorosa de Kostic, o zagueiro Bremer subiu mais do que toda a zaga do Cagliari, e mandou para o fundo do barbante, abrindo o marcador em favor da Vecchia Signora. Dez minutos após marcar o primeiro, a Juventus chegaria ao seu segundo gol por intermédio de Rugani, aproveitando falha incrível da defesa do Cagliari, o zagueiro aproveitou que a defesa adversária somente observou a bola passar pela área. No primeiro lance mandou de barriga em cima da trave e no rebote, sozinho, complementou para o fundo do barbante.

O Cagliari não desistiu e foi para cima da Juventus para tentar diminuir a contagem e na bola aérea, conseguiu diminuir a contagem com Dossena que  aproveitou bela cobrança de escanteio, e subiu na segunda trave para marcar o único gol do time Rossoblú na partida. O gol animou o time visitante, que aos 31 minutos, teve mais uma grande chance com Dossena que subiu alto após mais um cruzamento e obrigou o goleiro Szczesny a fazer uma grande defesa.

A Juve criou uma última chance com Vlahovic que fez grande jogada pelo lado esquerdo e achou Iling Junior. O atacante acabou chutando de primeira, mas em cima da marcação. Foi o último ato de um espetáculo que ficou muito aquém do que se esperava em campo, mas foi importante para a Vecchia Signora alcançar a liderança da Serie A.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo