Serie A

Juventus tropeça diante do Genoa, e Internazionale pode abrir boa vantagem na liderança

A Juventus até abriu o placar com Chiesa, mas cedeu o empate ao Genoa e pode ver a Internazionale abrir quatro ponto de vantagem na liderança da Serie A

Na abertura da 16ª rodada da Serie A, Genoa e Juventus empataram em 1 a 1 nesta sexta-feira (15), no Estádio Luigi Ferraris. O resultado não foi nada bom para a Velha Senhora, que tropeçou contra uma equipe da parte de baixo da tabela de classificação e agora pode ver a Internazionale abrir distância na liderança.

Federico Chiesa criou as melhores oportunidades da equipe comandada por Massimiliano Allegri no primeiro tempo e abriu o placar cobrando pênalti. Após o intervalo, o time de Alberto Gilardino foi melhor e em pouco tempo empatou o confronto com Albert Gudmundsson, em boa jogada coletiva. Na reta final, o zagueiro brasileiro Bremer por pouco não garantiu mais uma vitória para a Velha Senhora, exigindo uma defesa sensacional do goleiro Josep Martínez.

Com o empate, a Juventus segue na segunda colocação na Serie A, agora com 37 pontos. A Internazionale terá ao menos mais uma rodada como líder e enfrenta a Lazio, no Estádio Olímpico, no domingo (17), podendo abrir quatro pontos de vantagem para os bianconeri em caso de vitória. O Genoa, por sua vez, tem 16 pontos e figura em 14º lugar.

Chiesa cria as melhores chances e abre o placar para a Juventus

A Juventus não teve vida fácil no primeiro. Ofensivamente, encontrava dificuldade para abrir espaços na linha de cinco defensores do Genoa. Federico Chiesa foi quem conseguiu levar mais perigo, principalmente pelo lado direito. Já defensivamente, a Velha Senhora cedeu poucas oportunidades, mas viu o Grifone ter tranquilidade com a bola no pé, não se intimidar nas tentativas de pressão visitante nas saídas e ainda vencer a maioria das jogadas aéreas, especialmente em faltas e escanteios.

A primeira boa chance da partida foi da Juve, aos 13 minutos. Andrea Cambiasso escapou em velocidade pela direita, entrou na área e esperou a chegada de Chiesa, que mesmo com pouco ângulo finalizou com força e exigiu uma bela defesa de Josep Martínez. Aos 21, o camisa 7 ainda criaria outra oportunidade, recebendo na intermediária pela direita e cruzando na entrada da pequena área, onde Dusan Vlahović acabou pegando mal na bola e completando de primeira para fora.

Para abrir o placar no Luigi Ferraris, a equipe de Massimiliano Allegri precisou de um erro do Genoa na saída de bola. Aos 26 minutos, Milan Badelj errou o domínio na entrada e entregou nos pés de Vlahović, que rapidamente acionou Chiesa com uma boa enfiada de bola. O atacante italiano entrou na área tentando driblar Martínez, mas foi derrubado pelo goleiro. O árbitro Davide Massa assinalou pênalti, que o próprio Chiesa cobrou e converteu, batendo com força no canto direito de Josep Martínez.

Já a melhor chegada do Genoa na primeira etapa foi aos 34 minutos. Ruslan Malinovskyi cobrou escanteio pela direita, Johan Vásquez ficou com a sobre depois da bola passar por todo mundo e chutou de canhota com perigo, maspor cima da meta de Wojciech Szczesny.

Genoa é melhor no segundo tempo e empata rapidamente

O Genoa mudou de estratégia no segundo tempo. Alberto Gilardino sacou o lateral-esquerdo Johan Vásquez e colocou o atacante Caleb Ekuban, desfazendo a linha de cinco defensores. Com isso, os donos da casa tiveram menos posse de bola, mas foram mais diretos no ataque e rapidamente empataram o jogo. Com dois minutos, o Grifone fez uma bela jogada com toques rápidos e de primeira que começou pelo lado direito e terminou com Morten Frendrup acionando Ekuban, que dentro da área dominou e desviou de cabeça para Albert Gudmundsson se jogar na bola e de canhota balançar a rede visitante.

A Juventus tentou responder rapidamente com Cambiasso pela direita, mas o cruzamento perigoso do camisa 27 foi interceptado por uma defesa de Martínez. Já o Genoa ganhou confiança e arriscou de fora da área com Badelj e Malinovskyi, mas sem sucesso. Para voltar a levar perigo, o Grifone recorreu mais uma vez ao escanteio pela direita, que proporcionou que Mattia Bani cabeceasse com liberdade no meio da área, mas o zagueiro mandou por cima.

Aos 43 minutos, os visitantes só não conseguiram mais uma vitória no apagar das luzes porque Josep Mart;inez estava mesmo em um dia inspirado. Após Chiesa cobrar escanteio pela esquerda, a bola passou por todo mundo e sobrou para Bremer na pequena área, que no susto desviou de coxa. O goleiro do Genoa, então, mostrou excelente tempo de reação para espalmar para linha de fundo.

Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo