Serie A

Juventus faz péssimo jogo, Arthur entrega gol e derrota para o Benevento complica pretensões do time

Em um duelo de ex-jogadores da Juventus como técnicos, o ex-centroavante Filippo “Pippo” Inzaghi venceu a Juventus de Andrea Pirlo por 1 a 0 em Turim, em um dos resultados mais surpreendentes da rodada. O resultado é um baque para a Velha Senhora não só na disputa pelo título, já que a distância ficou grande demais para a Inter, mas também porque o time permite uma perigosa aproximação de Napoli e Roma na disputa por uma vaga na Champions League.

Pirlo teve que lidar com uma grande lista de ausências: Juan Cuadrado suspenso, Aaron Ramsey, Alwex Sandro, Paulo Dybala e Merih Demiral machucados. Federico Bernardeschi, normalmente atacante, foi improvisado como lateral esquerdo. No Benevento, os destalques eram de Jamil Glik, Pasquale Schiattarella, Fabio Depaoli, Iago Falque e Gaetano Letizia.

Cristiano Ronaldo estava em campo e buscou o gol. Logo no início, ele já chutou com perigo para fora. Álvaro Morata também teve uma boa chance, mas o goleiro Lorenzo Montipò conseguiu uma boa defesa para impedir o gol do espanhol. Aliás, o goleiro foi muito bem no jogo. Foram oito defesas ao longo do jogo, impedindo que a Juventus tivesse qualquer facilidade.

Ficava claro no final do primeiro tempo que a Juventus tinha problemas de criação de jogadas. Cristiano Ronaldo, sentindo que as chances não vinham, tentou criar por si mesmo. De fora da área, o camisa 7 chutou forte e exigiu uma defesa atenta do goleiro Montipò.

No segundo tempo, Federico Chiesa e Dejan Kulusevski levaram perigo em lances em velocidade, mas o goleiro do Benevento continuava em um dia de grande atuação, não dando brecha. Seria preciso mais do que acertar o gol para vencer o arqueiro do Benevento.

Em um erro terrível de Arthur, que atravessou um passe pelo meio na saída de bola, Adolfo Gaich interceptou o passe, dominou e chutou no canto: 1 a 0 para o Benevento. O jogo, que já estava bem difícil para a Velha Senhora, engrossou ainda mais. O técnico Pirlo nem quis esperar muito e logo em seguida já tirou dois jogadores: sacou Arthur e Adrien Raiot para colocar Weston McKennie e Rodrigo Betancur.

Sem ideias, toda a vontade da Juventus parecia inútil: o time tentava mudar de lado e buscar os espaços, mas sem ter espaço para chances. Ainda que os pontas Chiesa e Kulusevski sejam rápidos e habilidosos, faltava criação de jogadas com mais qualidade no meio-campo e, diante de um time fechado na defesa, isso se tornou ainda mais crucial.

No final, não houve o que a Juventus pudesse fazer para evitar a derrota. Com 55 pontos, A Juve tem a mesma pontuação da Atalanta e pode ver Napoli ou Roma encostarem. A briga por vaga na Champions League na Serie A promete esquentar até o final da temporada.

Standings provided by SofaScore LiveScore

VEJA MAIS:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo