Serie A

Em ritmo de treino, a Internazionale trucidou o Monza e garantiu mais uma rodada na liderança

Lautaro e Çalhanoğlu marcam duas vezes cada e comandam o recital da Internazionale em Monza

A Internazionale segue imparável na Série A e venceu mais uma neste domingo (13). Venceu não. Os Nerazzurri passaram por cima do Monza com enorme facilidade fora de casa, no Estádio Brianteo. Çalhanoğlu (2x), Lautaro Martínez (2x) e Marcus Thuram marcaram e comandaram a goleada da equipe de Milão por 5 a 1.

Com a vitória, a Internazionale foi a 51 pontos e assegurou mais uma semana na liderança da Série A. Isso porque, a segunda colocada Juventus, caso vença o Sassuolo, só poderia chegar a 49 pontos nesta 20ª rodada. O Monza, por sua vez, segue estacionado em 11º lugar, com 25.

O recital começou logo no comecinho do primeiro tempo

Desde o pontapé inicial, a configuração do jogo estava montada. Amplamente superior, a Internazionale controlou as ações e dominou o Monza. Logo aos três minutos, Darmian cobrou lateral na área, Barela desviou e a defesa dos donos da casa afastou mal. A bola se ofereceu para Dimarco que, de primeira, emendou petardo à direita da meta defendida pelo goleiro Sorrentino. Perdido em campo, o time mandante seguiu sucumbindo a pressão da Inter. Darmian foi até a linha de fundo e cruzou na direção de Thuram, que furou. Na sobra, Dimarco arrematou em cima dos defensores.

Só um time jogava e o gol da Internazionale parecia questão de tempo. E de fato estava maduro. Aos 8′, Pavard descolou cruzamento preciso para Lautaro Martínez, que cabeceou a bola na mão de Gagliardini. Em um primeiro momento, o árbitro mandou seguir, mas o VAR denunciou o lance e o pênalti acabou marcado. Çalhanoğlu cobrou e não desperdiçou. O turco deslocou o goleiro e inaugurou o marcador.

A Inter se recusou a baixar a intensidade após o gol e seguiu encurralando o Monza. Pouco tempo depois, a equipe de Simone Inzaghi foi às redes novamente. Mkhitaryan arrancou no meio-campo e acionou DiMarco, que passava livre no lado esquerdo. O lateral levantou a cabeça e cruzou rasteiro para Lautaro Martínez, no meio da área. O artilheiro nerazzurri não perdoou e aumentou a contagem: 2 a 0.

Somente aos 29′, o Monza chegou com perigo pela primeira vez. E foi letal. Em cobrança de falta pelo lado esquerdo, Colpani despejou bola na área da Inter. Caldirola dividiu com Thuram e, sem querer, encontrou Matteo Pessina livre no segundo pau. O meio-campista se esticou todo e, de cabeça, diminuiu o marcador. No entanto, após checagem do VAR, ficou constatado que o camisa 32 estava em posição irregular e o tento acabou anulado. Azar dos donos da casa e sorte da Inter, que já na reta final do primeiro tempo ficou perto de fazer o terceiro. Em contra-ataque puxado por Lautaro, Thuram encheu o pé de fora da área e tirou tinta do travessão.

O Monza até fez um gol de honra, porém levou mais três e saiu de campo humilhado

Na volta do intervalo, o Monza tentou adotar estratégia diferente. Buscou ficar mais tempo com a bola – ainda que sem oferecer perigo -, com intuito de frear o ímpeto ofensivo da Inter. Em um primeiro momento, deu certo. A equipe mandante parou as investidas dos Nerazzuri com faltas, descolou escanteios e esteve mais presente no campo de ataque. Mas foi só. Nada que tirasse a tranquilidade dos comandados de Simone Inzaghi.

Com a vantagem debaixo do braço, a Inter jogava de maneira inteligente. Fechava a casinha lá atrás, barrava as investidas do Monza e explorava os contra-ataques em velocidade. Em um deles, Çalhanoğlu foi fatal. Mkhitaryan partiu em velocidade pelo lado esquerdo e passou para Thuram já na pequena área. Com toque sutil de calcanhar, o atacante francês esbanjou categoria e deixou o meia turco cara a cara com o gol. Ele fuzilou e ampliou o marcador.

Com 22′ no relógio, um alento para o Monza. Darmian derrubou Dany Mota na área e o árbitro assinalou pênalti. Pessina cobrou e diminuiu o prejuízo: 3 a 1. O gol animou a equipe do técnico Raffaele Palladino, que se lançou ao ataque e partiu para o tudo ou nada. De longe, Kyriakopoulos arrematou e obrigou Sommer a trabalhar. Bem colocado, o goleiro suíço voou no canto e espalmou. E foi só. Os donos da casa pararam por aí e a Inter voltou a tomar as rédeas da partida.

Aos 37′, Akpa-Akpro calçou Frattesi dentro da área e o árbitro apontou para marca da cal. Terceiro pênalti marcado no jogo. Lautaro cobrou no meio do gol e marcou o quarto da Inter. E não é que cabia mais… O Monza errou no meio-campo, Mkhitaryan não tinha nada a ver com isso e lançou Thuram em profundidade. Frio e calculista, o atacante pisou na área, deixou Luca Caldirola no chão e tocou na saída do goleiro, dando números finais a goleada nerazzurri.

Estatísticas de Monza 1 x 5 Internazionale – Série A 2023/24

  • Posse de bola: 58% x 42%
  • Faltas: 6 x 12
  • Chutes: 9 x 20
  • Chutes no gol: 2 x 7
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo