Serie A

Com hat-trick de Dybala, Roma bate Torino e segue em busca de vaga nas competições europeias

Astro da Roma, Dybala chama a responsabilidade e faz os três gols da vitória por 3 a 2 contra o Torino pela Serie A

Quando a situação fica difícil, é importante ter no seu elenco um jogador talentoso, de talento rato. Mesmo não aparecendo o tempo inteiro, quando ele se apresenta, é capaz de chamar a responsabilidade e dar pontos ao seu clube. E nesta segunda-feira (26), Paulo Dybala foi esse jogador para a Roma, no Estádio Olímpico. O argentino fez os três gols na vitória do seu time por 3 a 2 frente ao Torino, pela rodada 26 da Serie A. Duvan Zapata e Dean Huijsen (contra) anotaram os gols da equipe de Turim.

Com o resultado, os giallorossi permaneceram na 6ª posição, com 44 pontos, mas apenas a dois da Atalanta, que tem 46 pontos e um jogo a menos, e é o último time na zona de classificação para campeonatos europeus. Os visitantes também não mudaram de lugar na tabela. Em 10º, o Torino permaneceu com 36 pontos, mas agora empatado com o Monza, que ocupa a 11ª colocação.

Jogo disputado e gols nos últimos minutos do primeiro tempo

Aproveitando o fator casa, a Roma começou indo pra cima e deixou de abrir o placar em um lance inacreditável aos 9 minutos. Azmoun avançou e encontrou Kristensen livre. Mas mesmo sem marcação, o ala dinamarquês chutou de canhota na trave do goleiro Milinkkovic-Savic.

A partir dos 15 minutos, o Torino passou a gostar do jogo e criar oportunidades. A mais perigosa veio aos 30 minutos. Bellanova avançou pelo lado direito e cruzou sem ângulo para Ricci. O volante dominou e sem deixar a bola pingar, chutou de fora da área. Mas sua bonita finalização apenas passou perto da meta de Svilar.

A Roma suportou a pressão visitante e abriu o placar após erro da zaga do Torino. Sazonov, que entrou ainda no primeiro lugar do lesionado Lovato, fez pênalti em Azmoun. Na cobrança, Dybala deslocou o goleiro e fez 1 a 0 aos 42 minutos da etapa inicial. Entretanto, a vantagem anfitriã não durou muito. Dois minutos depois, Bellanova cruzou na área e Zapata subiu mais que dois zagueiros para empatar a partida antes do jogo ir para o intervalo.

Dybala chama mais a responsabilidade e assegura vitória giallorossa

A etapa final começou com a Roma tentando tomar novamente o controle da partida e além disso, buscar novamente a dianteira do placar. E para isso, Dybala passou a aparecer mais para o jogo e foi assim que o argentino marcou o seu segundo gol na partida. Ele saiu da área e após receber passe de Cristante, ajeitou a bola e mandou um chute perfeito de chapa de fora da área. A bola foi muito no canto e pôs novamente os anfitriões em vantagem, aos 12 minutos.

A vantagem não tirou o ímpeto dos donos da casa. O técnico Daniele De Rossi colocou Lukaku e Spinazzola, e a mudança deu novo fruto aos 27 minutos. Dybala fez tabela com o centroavante belga e após receber passe na pequena área, fuzilou Milinkovic-Savic e marcou o seu terceiro gol na partida e o terceiro da Roma frente ao Torino.

O terceiro gol deixou a Roma um pouco relaxada, dando ao Torino a possibilidade de crescer na partida. Após uma boa defesa de Svilar, o Torino avançou novamente com Ricci, que deu um cruzamento rasteiro. Sem querer, o jovem Huijsen fez gol contra aos 44 minutos. Diminuindo a vantagem, os visitantes se empolgaram e quase que um minuto depois fizeram outro gol, mas o goleiro sérvio estava esperto para evitar um trágico empate. Estando com a bola, a Roma soube controlá-la, e segurou a vitória apertada, que foi conquistada com muita correria e acima de tudo, com o talento de seu camisa 21.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo