ItáliaSerie A

Schelotto leva Inter ao empate no dérbi com o Milan

Em um clássico movimentado, Internazionale e Milan ficaram em um empate por 1 a 1 em San Siro, neste domingo. O resultado, friamente, é melhor para os rossoneri, que estão à frente na tabela, em terceiro lugar, com um ponto a mais que a rival. No jogo, porém, os dois times sonharam com a vitória em momentos diferentes. Se no primeiro tempo o Milan poderia ter saído goleando, no segundo a Inter lutou muito pela vitória e, depois de empatar, quase conseguiu o resultado.

O jogo começou razoavelmente equilibrado, mas o Milan era melhor. Pressionando mais no meio-campo, e com jogadores mais capazes de fazer isso, conseguiu o gol em um contra-ataque, com  uma bola roubada no meio-campo, um passe de Boateng e finalização de El Shaarawy. O time converteu a primeira chance, mas poderia ter saído do primeiro tempo com uma vantagem muito maior.

O duelo entre Balotelli e Handanovic teve três capítulos no primeiro tempo. Em uma finalização de dentro da área, ao completar um cruzamento, o atacante parecia que sairia para comemorar, mas o goleiro defendeu de forma milagrosa. Depois, em uma cobrança de falta, novamente o goleiro defendeu o chute do atacante, enfrentando o ex-clube pela primeira vez. Por fim, novamente em um bom chute de Balotelli, o goleiro interveio e impediu que o gol saísse.

A Inter voltou melhor e conseguiu criar uma grande chance em um cruzamento da direita, que o meia Guarín cabeceou no canto e obrigou Abbiati a uma grande defesa. Mas pouco depois, viria um lance que não teria defesa. Desta vez, em um cruzamento da esquerda, Schelotto marcou de cabeça e empatou.

O jogo ficou mais nervoso e mais equilibrado. Os dois times diminuíram um pouco o ritmo, embora a Inter ficasse mais no campo de ataque. Os dois times tentavam em ataques esporádicos. No final, foi a Inter que se lançou mais ao ataque e conseguiu, em uma cobrança de falta, uma boa chance, mas desperdiçou.

Um dos motivos para o empate está no alto número de desarmes. Inter e Milan empataram no quesito, com 30 para cada lado, número maior que as melhores médias das grandes ligas europeias. A Inter é o time que mais faz desarmes, em média, entre todas as grandes ligas europeias, com 26,3 por jogo. Passou a sua própria média. O Milan, que normalmente faz 23,5, aumentou a sua média. E o jogo ficou difícil para os dois lados. Os dois times empataram também no número de faltas: 17 para cada lado.

Com os resultados, o Milan segue em terceiro na Serie A com 45 pontos, enquanto a Inter é a quarta, com 44, empatada com a Lazio. Na ponta, a Juventus lidera com tranquilidade com 58 pontos, seguida pelo Napoli com 52.

Formações iniciais

Inter x Milan

Destaque do jogo

O jogo não teve um destaque individual, mas os dois times mostraram muita capacidade física ao brigarem até o final. Ainda que não tenham sido grandes destaques, merecem menções as atuações de Montolivo, no Milan, e Cassano, na Inter. O primeiro por ser responsável por quase tudo no meio-campo do Milan, enquanto o segundo segurou a bola no ataque e soube se virar mesmo entre os zagueiros.

Momento-chave

As três defesas de Handanovic no primeiro tempo foram fundamentais para que a Inter conseguisse voltar do intervalo e buscar o empate. Sem elas, o time poderia até ser goleado pelo Milan já na etapa inicial.

Os gols

21’/1T: GOL DO MILAN!
Depois de retomada de bola no meio-campo, Boateng recebeu e fez o passe em profundidade para El Shaarawy receber e, dentro da área, bater de bico e marcar um belo gol.

26’/2T: GOL DA INTER!
Em um cruzamento da esquerda, Ezequiel Schelotto, que tinha entrado há pouco, cabeceou bem para empatar o clássico.

Curiosidade

A Inter entrou no jogo com uma série de dez jogos sem perder em casa. O Milan começou o jogo invicto nas oito rodadas anteriores. Ambas as marcas foram mantidas depois do dérbi. A última vez que os times empataram foi em outubro de 2004, quando os dois ficaram no 0 a 0. Desde então, foram 20 jogos, sempre com um vencedor. Nos últimos três jogos, a Inter tinha levado a melhor.

Ficha técnica

INTERNAZIONALE 1×1 MILAN

Internazionale Internazionale
Samir Handanovic; Yuto Nagatomo (Cristian Chivu, 32’/2T), Andrea Ranocchia, Juan Jesus e Javier Zanetti; Walter Gargano e Esteban Cambiasso (Ezequiel Schelotto, 23’/2T); Freddy Guarín, Rodrigo Palacio e Ricky Álvarez (Zdravko Kuzmanovic, 29’/2T); Antonio Cassano. Técnico: Andrea Stramaccioni
Milan_escudo Milan
Cristian Abbiati; Ignazio Abate, Cristian Zapata, Philippe Mexès e Mattia De Sciglio; Antonio Nocerino, Riccardo Montolivo e Sulley Muntary (Massimo Ambrosini, 44’/2T); Kevin-Prince Boateng (M’Baye Niang, 39’/2T), Mario Balotelli e Stephan El Shaarawy (Bojan Krkic, 41’/2T). Técnico: Massimiliano Allegri
Local: Estádio San Siro (Milão-ITA)
Árbitro: Paolo Silvio Mazzoleni (ITA)
Gols: El Shaarawy, 21’/1T (Milan), Schelotto, 26’/2T (Internazionale)
Cartões amarelos: Ranocchia, Juan Jesus (Internazionale), Mexès, Zapata, Muntari, Montolivo (Milan)
Cartões vermelhos: Nenhum

 

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo