Serie A

Éderson marca mais um, e Atalanta precisa de menos de 15 minutos para aniquilar o Frosinone

Atalanta fez 5 a 0 sem muito esforço e contou com mais um gol do brasileiro Éderson

Na penúltima partida da 20ª rodada da Serie A, a Atalante nem se esforçou para vencer o Frosinone nesta segunda-feira (15). Em menos de 15 minutos do primeiro tempo, o placar já apontava 3 a 0 com direito ao sexto gol do brasileiro Éderson na temporada. Nos últimos minutos da etapa final ainda teve tempo para mais dois, fechando o massacre de 5 x 0.

A vitória deixou a Atalanta em quinto no Campeonato Italiano, dentro da zona de classificação à Liga Europa, e apenas um ponto atrás da Fiorentina, primeiro time do G4. O modesto Frosinone vê a zona de rebaixamento de aproximar, com vantagem de apenas dois de pontuação para o Verona, o 18º.

Menos de 15 minutos e três gols: Atalanta amassa adversário e confirma vitória no primeiro tempo

Nos mais de oito anos comandando a Atalanta, Gian Piero Gasperini escalou praticamente todas as vezes em uma linha de três e não foi diferente hoje. O trio de zaga tinha Sead Kolasinac (mais à esquerda e com liberdade para subir ao ataque), Berat Djimsiti e Giorgio Scalvini. No meio-campo, o capitão Marten de Roon e o brasileiro Éderson formavam a dupla, tendo o apoio dos meias-atacantes Charles De Ketelaere e Teun Koopmeiners. Os alas Matteo Ruggeri e Emil Holm eram os responsáveis por darem a amplitude pelos lados do campo. Gianlucca Scamacca ficou como o centroavante fixo. O técnico italiano não pôde contar com os lesionados Rafael Tolói e Hans Hateboer, além de Ademola Lookman, a serviço da Nigéria na Copa das Nações Africanas.

O time visitante, atuando em um espaçado 4-1-4-1, começou rodando a bola e parecia que ia dar trabalho. Só que essa postura não durou quase nada e por volta dos cinco minutos a posse já ficava do lado do time da casa, que nem precisou fazer muito esforço para abrir o placar.

No primeiro ataque da Atalanta, gol. Infiltração pelo lado esquerdo, Holm levou para linha de fundo, invadiu a área e foi tocado em cima em baixo por Mateus Lusuardi, pênalti marcado. De perna esquerda, Koopmeiners deslocou facilmente o goleiro adversário e abriu o placar. Aos 12, cinco minutos depois do primeiro, outro. Jogada partiu da direita, em boa movimentação da dupla De Ketelaere e Ruggeri, com o último cruzando na pequena área e Ederson, como elemento surpresa, aparecendo sozinho no meio da área para concluir.

Tava feio para o Frosinone, mal atacando e extremamente frágil nas tentativas adversárias. Com 14, mais um. De um lado para o outro, rodando a bola, Marten de Roon tocou para De Ketelaere, que já dentro da área fuzilou de canhota no canto de Stefano Turati. A bola ainda explodiu no travessão antes de ir às redes. A blitz diminuiu nos minutos seguintes, mas não quer dizer que os Nerazzurri pararam de atacar. Antes de meia hora, uma cabeçada forte de Scamacca quase tomou o caminho do gol se não fosse uma boa defesa de Turati.

O Frosinone só foi dar um ataque efetivo pouco antes dos 40 minutos. Em uma boa (e rara) movimentação do capitão Luca Mazzitelli nas costas da defesa da Atalanta, o meio-campista invadiu a área e bateu cruzado. O goleiro Marco Carnesecchi fez uma boa defesa na primeira vez que trabalhou na partida. Em três de acréscimos, o primeiro tempo não se movimentou mais.

Time da casa recua e amplia goleada no fim

Eusebio Di Francesco decidiu trocar três de uma vez logo no intervalo. Entraram Simeone Romagnoli, Francesco Gelli e Fares Ghedjemis e saíram Mateus Lusardi, Abdou Harroui e Pol Lirola, respectivamente. Seguiam no banco os brasileiros Kaio Jorge, ex-Santos, e Reinier, cria da base do Flamengo.

Naturalmente, com três de vantagem no placar, a Atalanta decidiu tirar o pé e dar a bola para o Frosinone. Melhor, o visitante começou a atacar mais e até incomodou Carnesecchi, que teve que fazer boas defesas. Mas não era dia para equipe de Di Francesco.

Já no ritmo de treino, resultado confirmado, veio o quarto. Pegando a defesa adversária com as calças na mão, um contra-ataque rápido chegou na direita do ataque e Mario Pasalic invertou para Davide Zappacosta dominar e bater colocado, sem chances para Turati. Ainda teve tempo, pouco antes dos acréscimos, de outro gol. Dessa vez em cobrança de escanteio, Holm dividiu com Romagnoli, a bola bateu no travessão e sobrou de novo para o ala direito marcar.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius é nascido e criado em São Paulo e jornalista formado pela Universidade Paulista (UNIP). Escreveu sobre futebol nacional e internacional no Yahoo e na Premier League Brasil, além de esports no The Clutch. Como assessor de imprensa, atuou no setor público e privado.
Botão Voltar ao topo