Serie A

Depois de três meses sem vencer, o Parma derrotou a Roma e reavivou a esperança de evitar o descenso

O Parma vinha de duas temporadas seguras na Serie A, após sua reconstrução a partir da quarta divisão. No entanto, a diretoria quis buscar um técnico novo e trocou Roberto D’Aversa por Fabio Liverani. O novo comandante tinha um estilo diferente e a aposta não deu nada certo, com os gialloblù lutando contra o rebaixamento. D’Aversa voltou no fim do primeiro turno, mas ainda buscava sua primeira vitória, apesar de melhorar os resultados. E o triunfo finalmente veio neste domingo, com um resultado contundente. Depois de 17 rodadas em jejum, o Parma venceu a Roma por 2 a 0 e até vislumbra sair do Z-3.

O Parma começou a cometer o crime no Ennio Tardini aos nove minutos. Num ataque rápido, Valentin Mihaila apareceu sozinho na área para completar o cruzamento de Dennis Man e abrir o placar. Depois disso, o jogo se resumiu a uma blitz da Roma. Desde o primeiro tempo, os giallorossi pressionavam, mas não superavam a defesa adversária. E, no segundo tempo, começaram surgir os espaços para os gialloblù contra-atacarem. O time da casa já tinha perdido uma boa chance com Dennis Man, até ganharem um pênalti sobre Graziano Pellè. Hernani converteu a cobrança aos 10 e aumentou o placar. Sentindo desfalques importantes, os romanistas sequer descontaram, parando no goleiro Luigi Sepe.

Durante as 17 rodadas sem vencer, o Parma chegou a sofrer nove derrotas num intervalo de dez jogos. A recuperação com D’Aversa começou em fevereiro, gerando três empates e uma derrota apertada para a líder Internazionale nas últimas quatro partidas. E o triunfo sobre a Roma inspira novos ares. O Parma chega aos 19 pontos, a três de sair da zona de rebaixamento. As esperanças seguem vivas, apesar dos jogos contra Milan e Juventus dentro de um mês. Já a Roma deixa o G-4 com a derrota, ultrapassada pela Atalanta. Os giallorossi têm 50 pontos, mas venceram dois de seus últimos cinco compromissos.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo