Serie A

De Laurentiis, dono do Napoli: “Acesso e rebaixamento é a maior idiotice no futebol”

Não é de hoje que Aurelio de Laurentiis aparece entre as figuras mais controversas do futebol italiano. E o dono do Napoli, pródigo em declarações polêmicas, soltou mais uma nesta semana. Em conversa com o The New York Times, o dirigente disse ser contra o sistema de promoção e rebaixamento no futebol. Segundo a sua visão, uma estrutura regional (como acontece nos esportes americanos) seria a ideal para lidar com os desafios financeiros e explorar melhor as possibilidades econômicas.

“Acesso e rebaixamento é a maior idiotice no futebol. Especialmente quando você tem também a Uefa tentando forçar os clubes a cumprir o Fair Play Financeiro. Os clubes deveriam se estruturar geograficamente, assim todos eles podem ser autossuficientes. Se eles não podem sobreviver financeiramente, se eles não podem ser autossuficientes, então eles devem ser expulsos”, apontou.

Como exemplo, De Laurentiis citou o caso do Frosinone, recém-promovido à Serie A. E não poupou críticas à falta de sustentação dos times menores na elite: “Você termina em primeiro, ganha €100 milhões. Se termina em segundo, ganha €50 milhões, daí por diante. Mas se você termina em último, deveria pagar uma multa. O Frosinone chegou à Serie A já rebaixado”.

“Clubes como este não atraem torcedores, parceiros comerciais ou emissoras de televisão para a liga. O problema é que os pequenos tem os mesmos direitos dos grandes. Por que o Frosinone deve participar da Serie A, ganhar uma fatia do bolo e ser rebaixado de volta à terceira divisão? Se eles não podem competir, se terminarem em último, deveriam pagar uma multa. Eles não deveriam ganhar dinheiro por cair”, complementou.

Como era de se imaginar, as afirmações de De Laurentiis não foram bem recebidas pelo Frosinone. Dono dos Canarini, Maurizio Stirpe rebateu as críticas ao Tuttomercatoweb e não aliviou em sua avaliação sobre o napolitano. Inclusive, referiu-se às rusgas que o dirigente celeste tem com a prefeitura de Nápoles, por conta do Estádio San Paolo e a falta de uma casa em melhores condições.

“Essas declarações parecem ter sido feitas por alguém que tem delírios de grandeza parecidos com Napoleão. Na minha vida, antes do futebol, acho que respeito é necessário. E não vi qualquer respeito da parte dele. Sempre investi no futebol e construí nosso estádio com o dinheiro dos direitos de televisão – algo que De Laurentiis não parece ter feito ainda. Não sei por que ele estourou desse jeito. Tudo o que vejo é a falta de respeito de um rústico. Gostaria de dizer que não aceitarei os conselhos de alguém que não ganhou praticamente nada nos últimos anos”, analisou.

Em dezembro, o Frosinone visitou o Napoli e foi goleado por 4 a 0. O reencontro das equipes acontecerá no final de abril. Vice-lanternas, os Canarini estão a sete pontos de deixar a zona de rebaixamento. Conquistaram apenas uma vitória ao longo do primeiro turno. Vale lembrar que, além do Napoli, De Laurentiis também é dono do Bari, que tenta se reconstruir a partir da quarta divisão.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo