Serie A

Danilo resgata o empate no fim contra a Atalanta e mantém Juventus no G4

Atalanta parecia que quebraria sequência de 10 jogos sem derrota da Juve, mas a Velha Senhora arrancou o empate nos acréscimos e se manteve na zona de classificação à Champions

A Juventus conseguiu resgatar um empate em um jogo muito complicado fora de casa contra a Atalanta e saiu de campo com o resultado de 1 a 1. A igualdade no placar ficou mais saboroso para a Juve, que parecia perde da derrota. Ainda que a Dea saia de campo com a sensação da perda de dois pontos pelo gol sofrido no fim, o jogo foi bastante equilibrado e o empate reflete mais o que foi a partida.

VEJA TAMBÉM: Serie A tem novo líder: Milan supera Sampdoria e assume a ponta da tabela

O jogo começou com a Juventus forte. Logo no começo do jogo, Vlahovic testou o goleiro Marco Sportiello, que precisou fazer uma grande defesa para evitar o gol dos visitantes. Aos poucos, a Atalanta conseguiu melhorar no jogo e também conseguiu chegar ao ataque.

O segundo jogo também teve troca de chances, com os dois times conseguindo ataques perigosos, mas foi o goleiro Marco Sportiello que precisou intervir com mais dificuldade para impedir que a Juve marcasse primeiro. Conseguiu e o seu papel na partida acabou sendo importante para o resultado.

Em uma cobrança de falta ensaiada, a Atalanta conseguiu abrir o placar com um golaço. Ruslan Malinovskyi recebeu a bola rolando e, do meio da rua, soltou uma bomba, com efeito, e venceu o goleiro Wojciech Szczesny. Golaço no Gewiss Stadium e 1 a 0 para a Atalanta. O gol fez a torcida da De explodir em cantos.

Malinovskyi marca um golaço (ANDREAS SOLARO/AFP via Getty Images)

Pouco depois do gol, Vlahovic recebeu em velocidade e Meirh Demiral saiu correndo atrás do jogador, em uma recuperação impressionante, e travou o sérvio na hora da finalização. O lance foi anulado em seguida por impedimento do atacante da Juve, mas o lance foi excelente para o clima no estádio, que inflamou ainda mais.

Por pouco a Atalanta não matou o jogo aos 37 minutos. Em um lançamento de Malinovskyi para dentro da área, o ala Hans Hateboer teve uma chance claríssima, mas errou a finalização no toque de primeira e a bola tocou no travessão. Uma chance desperdiçada que deu chance à Juventus de seguir viva no jogo.

Nos acréscimos, a Juve aproveitou a chance que teve para igualar o marcador. Em cobrança de escanteio de Paulo Dybala, Danilo chegou como um foguete pelo alto para cabecear e mandar para as redes: 1 a 1, aos 46 minutos. Um gol muito comemorado pelo jogador, que voltou de lesão e foi titular na lateral direita.

Não houve tempo para nada além disso. O empate foi o que prevaleceu, o que deu a sensação de ser melhor à Juventus, ainda que não tenha sido desastroso para a Atalanta. A Dea fica atrás na tabela por dois pontos, mas tem um jogo a menos. Ou seja, ainda é possível tomar essa posição, caso consiga todos os pontos nesse jogo a menos.

Paulo Dybala foi um jogador bastante ativo na partida, buscando criar jogadas e participando muito do jogo. No lado da Atalanta, teun Koopmeiners foi um jogador perigoso, atuando atrás dos atacantes e conseguindo ser perigoso, ainda que tenha sofrido para finalizar as jogadas.

A Juve se mantém em quarto lugar, com 46 pontos, seguida pela Atalanta com 44, a Lazio com 42 e a Roma com 40.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo