Serie A

Conte e Lautaro Martínez resolvem desentendimento com bom humor: uma luta de boxe com apresentação de Lukaku

Argentino não gostou de substituição contra a Roma e discutiu com o treinador à beira do campo um dia antes

Não tem nada melhor para o ambiente de um clube do que um título, não é mesmo? Aproveitando a maré boa e o fim de temporada despreocupado após a conquista do Scudetto pela Internazionale, Antonio Conte e Lautaro Martínez resolveram o desentendimento que tiveram durante o jogo contra a Roma, na quarta-feira (12), com bom humor e criatividade: se enfrentando em uma luta de boxe no treinamento.

O atacante belga fez as vezes de apresentador e introduziu os dois lutadores: “Nascido em 1997, de Bahía Blanca, “el Toro” Lautaro Martínez! Nascido em Lecce, ele venceu muitos títulos. (…) Senhor Antonio Conte”. “Let’s get ready to rumbleee”, completou, em referência à fala clássica do locutor e apresentador de lutas de boxe Michael Buffer. Ao fundo, o grupo de jogadores torcia por Lautaro e vaiava Conte, que lidava bem com a brincadeira e se divertia.

A alegre cena no centro de treinamento de Appiano vem um dia depois do desentendimento público entre jogador e treinador na vitória por 3 a 1 sobre a Roma, na quarta-feira. Lautaro começou o jogo no banco, mas entrou em campo aos 35 minutos do primeiro tempo no lugar de Alexis Sánchez, contundido. Conte mais tarde tirou o argentino do gramado, aos 25 do segundo tempo, e o atacante foi para o banco de reservas enraivecido, chutando uma garrafa de água e se queixando.

Diante da reação de Lautaro Martínez, Conte o repreendeu no gramado mesmo. Segundo a Sky Sport Italia, o treinador gritou para o atacante: “Tenha respeito! Você está bravo com quem? Nunca mais reaja assim”.

A brincadeira no dia seguinte no centro de treinamentos foi uma excelente maneira de colocar panos quentes sobre a situação, em meio a um momento em que Lautaro Martínez tem seu futuro no clube especulado à medida em que negocia sua renovação. Colocando ponto final na disputa entre técnico e jogador, o clube evita que alguma possível narrativa negativa se desenrole e saia de controle.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo