ItáliaSerie A

Classe: Ao invés de celebrar o acesso à Serie A, Oddo prefere consolar o treinador rival

Massimo Oddo teve uma carreira respeitável como jogador. Viveu bons momentos principalmente na Lazio, o suficiente para disputar 34 partidas pela seleção italiana e fazer parte do elenco tetracampeão do mundo em 2006. Aposentado há três anos, o veterano assumiu o comando do Pescara nesta temporada. E já conseguiu um grande feito, assegurando o acesso nos playoffs da Serie B, após Cagliari e Crotone já terem garantido a vaga na primeira divisão do Campeonato Italiano. A grande cena de Oddo, porém, veio depois do feito. Um gesto de pura classe.

O empate por 1 a 1 com o Trapani foi o suficiente para o Pescara, após a vitória por 2 a 0 no jogo de ida. E o acesso inédito negado deixou o treinador adversário, Serse Cosmi, inconsolável. Foi quando Oddo demonstrou a sua grandeza. Ao invés de celebrar a conquista com seus jogadores, o ex-lateral preferiu se dirigir ao banco de reservas adversário e tentar acalmar o colega. Mais do que um oponente, Cosmi também é amigo de Oddo: ele treinou o veterano na última temporada de sua carreira, quando não conseguiram evitar o rebaixamento do Lecce. Infelizmente, só um pôde vencer desta vez.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo