Serie A

Cirúrgico cobrando falta, Milik arrancou o triunfo para o Napoli aos 46 do 2° tempo

Alisson pode ter salvado aquela bola decisiva nos instantes finais do jogo em Anfield, mas a boa fase de Arkadiusz Milik não se frustra pela eliminação na Liga dos Campeões. Mesmo permanecendo como reserva do Napoli na maior parte dos compromissos, o centroavante polonês anotou quatro gols em suas últimas três aparições na Serie A. E neste domingo deu três pontos suados aos celestes, durante a visita ao Cagliari. Em mistão utilizado por Carlo Ancelotti, o camisa 99 foi titular, mas só conseguiu resolver aos 46 do segundo tempo. Assegurou o triunfo por 1 a 0 graças a um gol de falta.

O Napoli enfrentou dificuldades contra o Cagliari, mas pressionou bastante durante o segundo tempo – quando Lorenzo Insigne, Dries Mertens e José Callejón saíram do banco. A maior parte das chances, ainda assim, se concentravam em Milik. O centroavante finalizou seis vezes apenas nos 45 minutos finais, chegando a carimbar o travessão com uma cabeçada que respingou na linha. O melhor, de qualquer forma, ficou para os acréscimos. Em cobrança de falta frontal, o centroavante soltou a canhota. A bola passou por cima da barreira e caiu a meia altura, sem que o goleiro Alessio Cragno conseguisse salvar.

Milik soma oito gols em 13 partidas nesta Serie A, nove delas como titular. Já é sua melhor marca desde chegou ao clube, embora tenha sofrido com as lesões nas duas temporadas anteriores. Além disso, o polonês soma um tento a mais que Mertens e Insigne na artilharia do clube na competição. O Napoli emenda sua terceira vitória consecutiva na liga e segue isolado na segunda colocação – a oito pontos da líder Juventus, mas também seis à frente da Internazionale.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.