Serie A

CEO da Inter dá sinais positivos sobre o projeto com o Milan para reformar o San Siro

Durante algum tempo, Internazionale e Milan sinalizaram seus interesses em possuir estádios privados, que pudessem potencializar suas receitas. No entanto, o futuro dos clubes deve mesmo continuar no San Siro. Os últimos dias foram decisivos para que os rivais traçassem uma colaboração, possivelmente para renovar o estádio municipal. Ambos compartilharão um projeto e dividirão os custos do desenvolvimento de um estádio de última geração. Após reuniões com a prefeitura, a reforma profunda da velha casa deve ser confirmada em breve, em obras previstas para serem concluídas em quatro anos.

Dias depois do anúncio oficial, o chefe-executivo da Inter, Alessandro Antonello, falou sobre o projeto em entrevista ao Il Sole: “É um acordo no qual os dois clubes se comprometem a trabalhar juntos para dar à cidade de Milão uma infraestrutura no nível das principais cidades da Europa. Depois disso nós veremos o que acontece, o trabalho está no começo. Mas o importante é que o clima entre os dois clubes vem sendo bastante positivo. Nós já nos reunimos com a prefeitura, então há todas as condições para avançar rapidamente com este projeto, que é crucial aos dois clubes e também à cidade”.

Na última sexta, Inter e Milan já haviam publicado um comunicado em conjunto: “Um estádio adaptado aos padrões modernos é essencial para permitir que os torcedores aproveitem uma experiência única e assegure o sucesso, dentro e fora de campo. Um estádio compartilhado interessa no ponto de vista financeiro, administrativo e técnico. Os dois clubes estão avaliando uma série de opções, incluindo a reestruturação do San Siro, e iniciaram a análise através de um grupo de trabalho conjunto. A primeira fase exploratória deve ser concluída no fim de 2018, visando avançar rapidamente com o planejamento. Os dirigentes se encontraram com o prefeito, reabrindo um diálogo construtivo e frutífero com o objetivo de aprofundar a opção pela modernização do San Siro”.

Construído em 1926, o San Siro passou por quatro reformas desde a sua inauguração. A mais profunda visou a realização da Copa do Mundo de 1990, emboras melhorias recentes tenham sido concluídas em 2016, quando foi palco da final da Liga dos Campeões. Apesar das intenções de construir um novo estádio, a viabilidade da reforma parece mesmo a ideal – embora não traga necessariamente todas as receitas previstas em um projeto particular. De qualquer maneira, é a história que se manterá em um dos estádios mais importantes da Europa.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo